Huawei procura parceiros angolanos para impulsionar sector das energias renováveis

1994

A Huawei Angola está nesse momento a criar parcerias com os empresários angolanos, com objetivo a rápida implantação das energias renováveis no país, segundo o gestor de clientes para a energia renovável, António Costa.

O gestor que falava durante um encontro entre representantes da Huawei e os empresários nacionais, realizada sobre  o tema” Huawei Angola Smart PV Business Channel Partner Summit”, informou que a gigante chinesa tem soluções que vão ajudar na melhoria do meio ambiente e no preço mais baixo da energia em todo o território nacional.

António Costa reiterou que um dos grandes desafios tem sido fazer chegar as energias solares às residências com intenção de reduzir os custos da mesma, uma vez que é subvencionado a 70 por cento pelo governo angolano.

Por isso, e com maior divulgação do projeto, a estimativa é que em três anos pode-se atingir um número considerável de pessoas a usar energia renovável, uma norma que a empresa não pretende vender diretamente ao usuário, mas sim recorrer a intervenção dos parceiros.

Há angolanos que já usam energia renovável, há muito tempo e essa implantação vai ajudar a reduzir a emissão de carbono na atmosfera, por isso é que se deve começar a falar com maior propriedade para as pessoas“, frisou António Costa, assegurando que a ideia é chegar até os 800 megawatts, com vista a reduzir os problemas da falha de energia.

MAIS: Huawei e Unitel reúnem estudantes de tecnologia para o programa Seeds For The Future

Fazendo uma comparação em termos de custos e tempo, o gestor explica que em relação a construção de uma barragem hidroelétrica, os recursos são elevados e demorosos, enquanto para execução de parques solares regista-se uma diminuição abismal  em termos de investimentos financeiros e de duração do trabalho.

Por outro lado, o CEO da Huawei em Angola, Edric Chu, sublinhou que a neutralização de carbono é um tema popular em todo o mundo, informando ser meta do governo angolano usar 70% de energia renovável até 2025.

Lembrou ainda que desde 2021 muitos projetos solares foram lançados no país e muitos investidores internacionais têm vindo em busca de oportunidades fotovoltaicas para investir em energia limpa.

De infromar que o evento “Huawei Angola Smart PV Business Channel Partner Summit”, organizado pela empresa chinesa, serviu para ilustrar projetos da empresa, soluções e investimentos para os parceiros.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui