Angola não faz parte dos países africanos comprometidos com a segurança cibernética

810

Angola não faz parte dos principais países africanos comprometidos com a “segurança cibernética“. De acordo com a segunda edição do Índice Global de Cibersegurança 2017 , divulgada no início desta semana pela União Internacional das Telecomunicações (UIT).

A UIT é uma agência das Nações Unidas, que mediu o compromisso dos estados membros com a segurança cibernética e destacou uma série de práticas ilustrativas em torno do mundo.  A pesquisa destacou o compromisso dos países com a segurança cibernética com base em cinco pilares, nomeadamente: medidas legais, técnicas e organizacionais, capacitação e cooperação internacional.

O aumento da penetração da internet em África traz oportunidades, mas também traz ameaças. Com a segurança cibernética no centro da cena, é imperativo que as empresas em todo continente implementem soluções para fornecer um espaço seguro para os usuários de internet.

Veja a seguir os 10 principais países africanos comprometidos com a segurança cibernética, em que Angola não faz parte.

  1. Maurícia
  2. Egipto
  3. Ruanda
  4. Quênia
  5. Nigéria
  6. Marrocos
  7. Uganda
  8. África do Sul
  9. Argélia
  10. Botswana

Estes países de acordo com o relatório, estão empenhados em garantir que o seu ciberespaço seja seguro e use medidas para melhorar sua segurança.

VIAAll Africa
COMPARTILHAR
Artigo anteriorSerá que a Samsung vai lançar o Galaxy S8 mini?
Próximo artigoSaiba que tipo de utilizador é no Facebook
Daniel Afonso Geto Estudante de Engenharia de redes e telecomunicações escreve sobre tecnologia precisamente por ser a sua área de formação, ser algo que ama fazer e para si é um previlegio fazer parte do maior site angolano de notícias ligadas à TIC.Partindo do princípio, parar é morrer, é também detentor das certificações: Administração de Redes, CCNA Routing, CCNA Switching e CCNA Security.