[Angola Startup Summit] Delegação da Huíla com presença positiva no evento

680

A delegação da província da Huíla considerou positiva a sua presença na 3ª edição do ANGOLA STARTUP SUMMIT by UNITEL, evento de empreendedorismo digital nacional e que reúne a juventude angolana criadora de projetos digitais.

Segundo Julieta de Oliveira, que liderou a comitiva daquela província ao evento, diz que “a Huíla trouxe para a Startup SUMMIT 16 startups nas áreas de agronegócio, e-commerce, finanças e turismo“.

 “A nossa avaliação é positiva, pois conseguimos firmar parcerias, encontramos aqui no SUMMIT investidores e aproveitar ter links que futuramente vão contribuir para o desenvolvimento das nossas startups” disse em entrevista ao Jornal de Angola.

A responsável considerou que “na verdade, startups são ideias inovadoras e tecnológicas que dão soluções em problemas de diversas áreas e a nível da nossa província não tem diferido, frisar que já temos startups que estão a trabalhar a nível da Agricultura dando oportunidade para os produtores que estão nas áreas mais recônditas a dar visibilidade à sua produção e aos produtos e também a comercialização dos mesmos“.

Depois do Summit, a pretensão é continuar a trabalhar com as startups, dando-lhes maior visibilidade, procurar “investidores-anjos” para futuros financiamentos às startups“, finalizou.

MAIS: [Angola Startup Summit] Conheça as startups vencedoras do evento

Segundos dados revelados pela organização, esta edição de 2024 contou com mais de 123 startups emergentes entre nacionais e internacionais para o evento que decorreu nas instalações do Centro de Convenções de Talatona, e aonde voltou a trazer em debate variados empreendedores para mostrarem o potencial e abordar as oportunidades tecnológicas do mercado angolano.

De informar ainda que o evento tecnológico vem também para fomentar o surgimento de novas Startups através da troca de experiência, permitir a otimização de negócios, investimentos e cooperação com instituições que intervém no ecossistema das Startups, bem como contribuir para a atrair o interesse de potenciais investidores em projetos tecnológicos.

Ainda sobre a 3ª edição do ANGOLA STARTUP SUMMIT by UNITEL, a ideia passou por reunir a juventude criadora de projetos digitais, onde por isso pretende-se colocar estes jovens com muitas boas ideias, para serem ouvidas pelos investidores e ter-se maior noção sobre o que estão a se fazer, e deste modo mobilizar-se os bancos para “comprar” as ideias, fazê-las crescer e torná-las mais sustentáveis para participarem do processo de fomento da produção nacional mais ativamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui