Apple cumpre promessa e publica o primeiro artigo sobre Inteligência Artificial

995

Em tempos a Apple informou que iria começar a publicar artigos próprios relativamente a Inteligência Artificial,  sem que o anuncio tenha completado um mês, a empresa fez sair o seu artigo relacionado ao assunto. O primeiro artigo descreve uma técnica que visa melhorar o treinamento da habilidade de um algoritmo que permite reconhecer imagens usando imagens geradas por computador ao invés imagens do mundo real.

Segundo o artigo da Apple, na pesquisa da aprendizagem de máquina, usar imagens sintéticas (como aquelas de um jogo vídeo) para treinar redes neurais pode ser mais eficiente do que usando imagens do mundo real. Isso ocorre porque os dados de imagem sintética já estão rotulados e anotados, enquanto os dados de imagem do mundo real exigem que alguém marque exaustivamente tudo o que o computador está vendo.

O artigo diz ainda que  a aproximação da imagem sintética pode ser um problema,  porque aquilo que o algoritmo aprende não carrega sempre ordenadamente às cenas do mundo real. Os dados de imagem sintéticas “muitas vezes não são realistas o suficiente, levando a rede a aprender detalhes só presentes em imagens sintéticas e não conseguem generalizar bem nas imagens reais”.

Para dar solução ao problema, o artigo sugere o que os pesquisadores da Apple chamam de Simulação +,  uma aprendizagem não supervisionada, onde o realismo de uma imagem simulada é impulsionado. Os pesquisadores da Apple usam uma versão modificada de uma nova técnica de aprendizagem de máquina chamada Generative Adversarial Networks, que coloca duas redes neurais entre si e tem sido usada para gerar imagens foto-realísticas.

Depois deste primeiro trabalho sobre IA, a Apple marca um grande passo, visto que  durante anos a comunidade de pesquisa da Inteligência Artificial tem criticado o secretismo da Apple. Seu segredo ainda prejudicou os esforços de recrutamento da empresa para o talento da IA.

O que achou da iniciativa da Apple?