AT&T e Verizon negam novo pedido de adiamento dos EUA para iniciar 5G

1265

As operadoras americanas de telefonia móvel, nomeadamente, Verizon e AT&T, rejeitaram neste domingo(2) um pedido do Governo Americano de adiar novamente a entrada em operação de suas novas faixas de frequência 5G, devido a preocupações da indústria aérea.

Essa seria a segunda mudança na data, visto que a data de lançamento do serviço 5G estava previsto inicialmente para 5 de dezembro, o que foi adiada para 5 de janeiro de 2022.

MAIS: Manuel Homem: É preciso quadros competentes na utilização da rede 5G

Na última Sexta-Feira(31), o Secretário de Transportes dos Estados Unidos, Pete Buttigieg, bem como o chefe da entidade reguladora da aviação, Steve Dickson, pediram formalmente às duas operadoras uma nova suspensão, de no máximo duas semanas, mas onde a AT&T e Verizon se negaram a responder afirmativamente a esta solicitação.

Aceitar sua proposta seria (…) uma evasiva sem precedentes e injustificada do devido processo”, lamentou John Stankey, diretor-executivo de AT&T, e Hans Vestberg, diretor-executivo da Verizon, em carta conjunta revelada pela AFP.

No mesmo comunicado as duas gigantes da telefonia móvel AT&T  disseram ainda que a proposta do Departamento de Transportes seria “uma abdicação irresponsável do controle operacional necessário para implantar redes de comunicação de classe mundial e globalmente competitivas”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui