BAI abre investigação sobre prática de aluguer do cartão “Visa Kamba”

798

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) informou que abriu uma investigação para apurar a prática de aluguer de cartões pré-pago “Visa Kamba”, atividade que tem sido muito praticada nos últimos tempos e que compromete a segurança e a integridade dos serviços financeiros.

Na nota, o BAI revela que essa prática representa uma violação grave das cláusulas contratuais, contrárias às regras de segurança na utilização dos mesmos.

Consta ainda do documento que perante estas práticas ilegais, o BAI vai tomar medidas rigorosas, nomeadamente queixas-crime e rescisão dos contratos, contra os prevaricadores.

MAIS: Bancos angolanos devem investir na inovação, alerta especialista

Esclarece ainda que estas ações estão fundamentadas nas disposições contratuais que permitem ao Banco encerrar as contas dos clientes em casos de incumprimento das condições estabelecidas, incluindo a utilização incorreta dos meios de pagamento. Aponta que a adoção de medidas restritivas pelo BAI é um passo importante na manutenção da confiança e na prevenção de atividades fraudulentas.

Por fim, o BAI apela aos seus clientes que cumpram rigorosamente com os termos e condições dos contratos estabelecidos e reitera o seu compromisso com a oferta de serviços seguros que respondam às necessidades. Incentiva ainda a prática de denúncia a situações que constituam abuso de confiança na utilização dos meios de pagamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui