Banco Mundial apoia a aceleração digital em Angola

Projecto será implementado e coordenado pelo Instituto de Modernização Administrativa, esperando-se que venha a mobilizar cerca de 80 milhões de dólares em investimentos do setcor privado.

519

Angola vai beneficiar de 300 milhões de dólares financiados pelo Banco Mundial para acelerar a inclusão digital e aumentar o acesso a serviços digitais, informou a instituição financeira internacional.

O projeto decorre do programa de Digitalização Inclusiva na África Oriental e Austral (IDEA) para aumento do acesso à Internet e a utilização de serviços digitais que conta com financiamento de 2,48 mil milhões de dólares da Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA) e do Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento (BIRD)

O IDEA vai ser implementado de forma faseada ao longo de oito anos, com Angola, a República Democrática do Congo e o Malaui a participarem na primeira fase.

Em Angola, o empréstimo de 300 milhões de dólares financiados pelo BIRD será implementado e coordenado pelo Instituto de Modernização Administrativa, esperando-se que o projeto venha a mobilizar cerca de 80 milhões de dólares em investimentos do setor privado.

O projeto está estruturado em torno de três componentes técnicas: conectividade e inclusão de banda larga a preços acessíveis; Ampliação de infraestruturas públicas digitais inclusivas e seguras; e Utilização digital produtiva para oportunidades económicas.

Prevê-se que o projeto chegue a mais de 13 milhões de pessoas em Angola, em particular mulheres, pessoas portadoras de deficiência e pessoas em áreas de baixos rendimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui