Biscate premiado na ITU Telecom World pelo seu impacto social

545

O serviço biscate da UX Information Technologies, companhia Moçambicana, recebeu um prémio de reconhecimento pelo seu impacto social, no desenvolvimento de actividades ligadas a promoção da empregabilidade no sector informal. A premiação foi atribuída nesta quinta-feira (12), durante o ITU TELECOM WORLD AWARDS, que teve lugar em Budapeste, capital húngara que acolheu de 09 a 12 do mês corrente um evento internacional de tecnologia denominado ITU Telecom World.

O prémio arrecadado por Osvaldo Maria, Desenvolvedor de Software da UX, foi motivado pela pretensão de expor e juntar o serviço Biscate à plataforma global de inovações tecnológicas (ITU), bem como a troca de experiências com outras startups de diversas partes do mundo.

A relevância do Biscate surge pela aposta no desenvolvimento da economia moçambicana que é dominada pelo sector informal, sendo que o acesso ao trabalho formal é limitado. Apesar desta disparidade, existem trabalhadores qualificados que precisam de melhores oportunidades de trabalho e cidadãos que buscam por serviços acessíveis e credíveis.

É diante do contexto acima descrito que surge o biscate, um serviço público que permite que trabalhadores em Moçambique registem os seus serviços por USSD (usando telemóveis básicos), para que clientes possam procurar, seleccionar, obter o contacto e avaliar os trabalhadores depois da actividade prestada.

Até a data, o serviço tem um total de 27 000 trabalhadores activos e mais de 60 000 clientes. O biscate.co.mz é usado em todo o país, mas é na província de Nampula onde mais gera oportunidades de trabalho, com um registo de mais de 17 100 oportunidades de trabalho criadas. Electricistas, profissionais ligados à construção, cozinheiros, e cabeleireiros são os ‘biscateiros’ mais solicitados através da plataforma, de entre as 18 categorias de trabalho disponíveis.

Biscate é um do serviço de base tecnológica mais premiado de Moçambique. Em 2014, ganhou o concurso “Fora da Caixa”, numa iniciativa organizada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia. No mesmo ano, ganhou duas competições em São Francisco. Em 2015, foi premiado pelos EUA com uma doação do Fundo de Desenvolvimento da África. Em 2016 ganhou o prémio Pioneer num concurso empresarial em Marrocos e, em 2017, ganhou o Fundo de Inovação do Ecossistema de Aceleração da GSMA.

A ITU Telecom World reuniu mais de 3500 participantes, cerca de 200 líderes de mais de 50 países, perto de 300 expositores, e mais de meia centena de pequenas e médias empresas a concorrerem no ITU TELECOM WORLD AWARDS.