Angola apura-se pela primeira vez para o Campeonato Africano de Programação

1025

Angola tem crescido consideravelmente no que tange a programação, resultado disso é que, três equipas angolanas apuraram-se pela primeira vez para o campeonato Africano e Árabe Universitário de Programação, após vencerem a terceira edição do Concurso Angolano Universitário de Programação (AoCPC).

O concurso de apuramento realizado no dia 6 e 7 de Outubro de 2019, no Instituto Superior de Telecomunicações (ISUTIC), contou a participação de 24 equipas de 15 instituições de ensino superior de diferentes regiões académicas do país e foi assistido pelos directores do concurso a nível de África.

Os concorrentes apurados para a próxima fase são, em primeiro lugar, a equipa “The Winners” do ISUTIC com cinco (5) problemas resolvidos, do “ISPTEC” ( segundo lugar), igualmente com cinco (5) problemas resolvidos, e em terceiro lugar a “Taskforce”, também do ISUTIC, com  quatro (4) problemas resolvidos.

Na competição, de acordo com a informação, são apresentados 11 problemas para cada equipa, todos eles em inglês, numa plataforma online com o tempo de cinco (5) horas. São problemas Matemáticos resolvidos com quatro (4) linguagens de programação, nomeadamente C, C++, Java e Pyton.

A quanto tempo Angola tenta qualificar-se?

O director do Concurso Angolano Universitário de Programação (AoCPC), Valeriano Marcolino, disse que, Angola participa há quatro anos, isto é desde 2016, e só agora conseguiu qualifica-se no concurso criado em 1979.

No concurso “Africa and Arab Collegiate Programming Championship (ACPC)”, a se realizar na primeira semana de Dezembro, no Egipto, concorrerão mais de 100 Universidades de África, e em Junho de 2020 será realizado o Mundial na Rússia.