BPC à procura de empresa tecnológica para prevenir ataques informáticos

1306

O Banco de Poupança e Crédito (BPC) abriu três concursos públicos para empresas nacionais e estrangeiras, do quais um é da procura de uma solução tecnológica para prevenir ataques e processar salários.

Segundo o Jornal Valor Económico, o concurso público em questão prende-se na aquisição(leasing) e implementação da plataforma de sensibilização e formação em segurança da informação e protecção de dados, destinado somente a entidades nacionais e onde um dos requisitos para as empresas interessadas é ter mais de dez anos de experiência em cibersegurança e certificação 27001.

Essa medida do BPC faz parte do plano de recapitalização, requalificação e total substituição da infraestrutura tecnológica, que nos últimos tempos tem sido alvos de vários ataques informáticos, privando os clientes do referido banco de efectuarem operações na plataforma Multicaixa Express e até mesmo efectuar consultas de saldo e movimentos nos balcões das agências bancárias.

Segundo José Matoso, Director de Comunicação do BPC, em entrevista a TV Zimbo, disse que “não é um processo simples devido a sua complexidade e sensibilidade, daí a substituição faseada. Depois destas substituições, teremos uma infraestrutura com maior capacidade de processamento e armazenamento de dados“.

De informar ainda, que no governo de António André Lopes, como PCA do BPC, aquando da sua tomada de posse em Junho de 2019, identificou os sistemas informáticos do BPC como a sua principal fraqueza, declarando que essa mesma fraqueza mereceria toda a atenção da sua administração.

Na administração anterior, pouco antes de ser destituído como PCA do BPC, o presidente Alcides Safeca havia pago mais de 10 milhões de dólares (de um total de 15 milhões) à consultora Deloitte, para a implementação de um novo sistema informático.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui