Cabo-Verde vai contar com uma Zona Económica Especial para a Tecnologia

1410

Cabo Verde vai contar com uma Zona Económica Especial para a Tecnologia, ZEET, numa iniciativa que pretender “atrair” grandes empresas tecnológicas mundiais para produzirem serviços a partir de Cabo Verde, de acordo com o Ministro da Economia Digital daquele país, Olavo Correia.

Segundo o dirigente, o Parque Tecnológico de Cabo Verdeterá de captar” o interesse do mercado regional e internacional e do investimento direto estrangeiro de modo a “contribuir” para o seu crescimento, consolidação e credibilização internacional, adiantando ainda que o decreto-lei que cria e regulamenta a ZEET foi aprovada na semana passada, em sede de Conselho de Ministros.

Queremos, com esta iniciativa, criar oportunidades para os talentos Cabo-verdianos que atuam no setor das Tecnologias de Informação e Comunicação para testarem soluções aqui, nos Centros Tecnológicos do País”, disse o Ministro.

MAIS: Cabo-Verde vai começar a emitir passaportes electrónicos

O Governo cabo-verdiano assegura ainda criar “todas as condições” para que os jovens nacionais “possam criar, inovar, produzir serviços e exportá-los à escala regional e mundial”, a partir do Arquipélago.

O hub desta ZEET será montado na Cidade da Praia e terá uma extensão na Ilha de São Vicente, e na opinião de Olavo Correia vai permitir, de Cabo Verde, uma referência na sub-região Africana, em termos da criação de condições para os talentos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui