Cegid Primavera vai apostar em soluções para acelerar a digitalização do empresarial angolano

1607

A Cegid Primavera vai apostar em soluções que visam acelerar a digitalização do tecido empresarial angolano, em especial do setor indústria, segundo Santiago Solanas, CEO da empresa para a região Ibérica, América Latina & África Lusófona.

O gestor que falava na conferência denominada “O futuro da digitalização da Indústria em Angola”, no contexto do evento ExpoIndústria, que está realizar-se no Centro de Congressos da Zona Económica Especial (ZEE), em Luanda, informou que a digitalização é uma realidade inevitável e o futuro da indústria de Angola é digital. Por isso, a Cegid Primavera defende que a digitalização da indústria pode ajudar a reduzir custos, melhorar a eficiência operacional, aumentar a qualidade dos produtos e a criar oportunidades de negócios.

Foi revelado que a Cegid Primavera disponibiliza uma vasta gama de soluções tecnológicas para o mercado da África lusófona, com destaque para a gestão de faturação, contabilidade e software de planeamento de recursos empresariais (ERP), com forte utilização por parte dos profissionais dos setores da Indústria, Mineiro, Produção, Transportes, Logística e Construção.

As soluções de gestão empresarial da Cegid Primavera são projetadas para atender às necessidades específicas de cada empresa. A nossa solução de gestão de produção, por exemplo, agrega um conjunto de boas práticas que permitem às empresas serem mais competitivas, avaliarem melhor os seus custos e, acima de tudo, introduzir mais flexibilidade ao seu processo produtivo. Não fornecemos apenas software, mas sim boas práticas nas diversas áreas dos verticais, em particular na Indústria”, disse o responsável.

Santiago Solanas frisou que a tecnologia evoluiu muito rapidamente nos últimos anos e as empresas que não se adaptarem a essa mudança podem ficar para trás, por isso a digitalização nas empresas é uma realidade. A aceleração do processo de transformação digital mostrou que o desenvolvimento da tecnologia é a condição básica para que empresas se mantenham competitivas. Para garantir a sobrevivência dos negócios, as organizações são obrigadas a migrar para o digital.

Empresas que não digitalizam os seus processos internos, além de não conseguirem gerir a quantidade de informação, correm o risco de expor dados sensíveis ou de os perderem em arquivos mortos.

O nosso objetivo como empresa é promover o desenvolvimento dos nossos clientes, as empresas angolanas, e acompanhá-las no seu caminho de digitalização. Vemos Angola como um país de oportunidades e queremos contribuir para o crescimento de todo o nosso ecossistema do país: clientes, parceiros, colaboradores, etc. A digitalização está a mudar a forma como a indústria em Angola opera, e as empresas que adotam a tecnologia para gerir os seus processos estão a preparar-se para o futuro, tornando-se mais competitivas no mercado global”, finalizou o CEO.

De informar que a Expo-Indústria é realizada anualmente pelo Ministério da Indústria e Comércio. e onde a edição deste ano tem como tema “É Possível Caminharmos Juntos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui