China Telecom escolhe SACS para rota expressa de conectividade entre Ásia, África e América Latina

0
1002

A China Telecom Global (CTG), um dos principais provedores mundiais de serviços de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), anunciou a selecção da multinacional angolana, Angola Cables, como a sua operadora preferencial para reforçar os seus serviços de conectividade para longas distâncias entre Ásia, África e América Latina.

Através desta parceria, as duas empresas preparam-se para lançar uma rota de transmissão expressa para conectar três países do BRICS (China, África do Sul e Brasil) através do Sistema de Cabos do Atlântico Sul (SACS) potenciando o consumo de dados entre estas regiões, avaliados e milhares de dólares. A China Telecom passará a estar em posição de aumentar o seu alcance global usando a rede robusta e de alta capacidade que compreende os sistemas de cabos submarinos WACS, SACS e Monet da Angola Cables, incluindo os seus Pontos de Presença (PoP’s) e data centers em África e na América Latina.

Do ponto de vista da estratégia nacional Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC), espelhada no plano Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) 2018-2022, este negócio, entre outros que a Angola Cables tem concluído nos últimos 12 meses, representa a materialização das metas estabelecidas no PND, relativamente à criação de uma rede de cabos submarinos e o aumento da capacidade de tráfego internacional.

Segundo Changhai Liu (Director administrativo da China Telecom para África e Oriente Médio), “África é um mercado em rápido crescimento e nós, na China Telecom Global, temos vindo a desenvolver as nossas capacidades de serviço neste mercado desde 2010. O relacionamento com a Angola Cables destaca o nosso compromisso, no sentido de melhorar a conectividade regional e apoiar os nossos parceiros locais a aumentar a sua presença internacional”.
Para António Nunes (CEO da Angola Cables), “Numa altura em que o mercado mercado global de Internet reporta crescimentos de tráfego de internet a rondar os 30%, a Angola Cables está a crescer em tráfego nas suas redes IP mais de 45% mês a mês. Estamos por isso, numa posição única para fornecer uma solução de infraestrutura perfeita para a China Telecom Global através das nossas conexões de rede robustas de cabos e Datas Centers na região transatlântica. Utilizando a nossa rede avançada de cabos submarinos WACS, SACS e Monet, podemos oferecer um roteamento mais directo de tráfego e dados entre os mercados do Oriente e os mercados em rápida expansão da América Latina e para os movimentados centros de tráfego de IP em todo o mundo e possivelmente agregar mais conteúdos Cloud para os nossos Angonap Data Centers”

A China Telecom e a Angola Cables também acordaram estabelecer uma interconexão de rede na África do Sul, tirando proveito das capacidades avançadas das redes das duas empresas, sendo que a capacidade de transmissão e latência entre China, África do Sul, Angola e Brasil serão significativamente melhoradas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here