Clientes de Internet fixa em Cabo Verde aumentam 46% em dois anos

1262

Os clientes de Internet fixa do grupo estatal Cabo Verde Telecom (CVTelecom) aumentaram 46% nos dois anos de pandemia, acima das expectativas, levando ao aumento da cobertura da rede de fibra óptica, indica o relatório e contas de 2021.

No relatório e contas, a que a Lusa teve esta quinta-feira acesso, é referido que “apesar dos constrangimentos impostos pelo atual contexto” resultante da pandemia de Covid-19, “designadamente ao nível das cadeias logísticas, que condicionaram a capacidade, em parte, do grupo em dar respostas ao aumento na procura do serviço de Internet e na expansão da rede fibra”, o ano de 2021 terminou “com cerca de 22 mil casas passadas [com fibra óptica], superando-se assim o objectivo inicial de 20 mil, com uma forte aposta na capital do país”.

Com efeito, nos últimos dois anos, o grupo tem vindo a implementar, gradualmente, uma estratégia de ajuste de preços no retalho fixo para níveis que a empresa acredita serem mais adequados ao mercado cabo-verdiano”, explica o relatório e contas.

A resposta do mercado às ofertas apresentadas tem sido surpreendente, obrigando a ajustamentos no modelo e na capacidade operacional do grupo para, assim, dar vazão aos níveis actuais de procura. Pelo segundo ano consecutivo, registaram-se níveis de crescimento em torno de 20% na internet fixa e o grupo CVTelecom terminou o ano de 2021 com um parque em torno de 24 mil clientes, o que representa um aumento de 46% nos últimos dois anos”, lê-se no documento.

MAIS: Cabo Verde vai apostar na economia azul e novas tecnologias

Os investimentos efectuados nos últimos cinco anos ultrapassam os 105 milhões de dólares e colocam Cabo Verde numa posição invejável face aos países da região onde está inserido. Em 2021 destacamos a continuidade do programa de transformação tecnológica em curso na empresa, onde se insere a continuidade do esforço de melhoria da cobertura 4G e FTTH [ligação em fibra óptica até à porta de casa], mas também, projetos estruturantes que visam reforçar os níveis de resiliência e disponibilidade na rede”, aponta o documento.

Reconhece igualmente que no retalho fixo “registaram-se níveis consistentes de crescimento da base de clientes” em 2021, nomeadamente no que diz respeito à internet fixa, que o grupo justifica “claramente” com a estratégia de adaptar-se “às necessidades do mercado, tanto a nível de qualidade e experiência de utilização, como também a nível de pricing e simplificação da oferta”.

O grupo CVTelecom fechou 2021 com 23.982 clientes de Internet fixa, um aumento de 19,3% face ao ano anterior, enquanto o número de utilizadores de Internet móvel cresceu 11,7%, para 264.810.

A maioria do capital social do grupo CVTelecom é detida pelo Instituto Nacional de Previdência Social (instituto público que gere as pensões cabo-verdianas), em 57,9%, contando ainda com a estatal Aeroportos e Segurança Aérea (20%), a Sonangol Cabo Verde (5%) e o Estado de Cabo Verde (3,4%) entre os acionistas, como privados nacionais (13,7%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui