Conheça os vencedores da 4ª Edição do concurso de criação de jogos

826

No dia 18 de Julho de 2019, no Instituto Superior Politécnico Metropolitano de Angola (IMETRO) , em Luanda, trinta e seis candidatos participaram no concurso nacional de criação de jogos digitais, que visa desafiar e estimular a criatividade e inovação tecnológica.

Numa iniciativa da Universidade Metodista de Angola (UMA), o concurso se enquadra no âmbito dos Programas de Identificação, Selecção e Motivação de Talentos, Promoção da Cultura Científica e da Transferência de Tecnologia e Empreendedorismo de Base Tecnológica, inseridos na Estratégia Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação de Angola e alinhado com a Política Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação de Angola (PNCTI).

Os candidatos com idades dos 5 aos 15 anos de idade representaram às províncias de Luanda, Bengo, Huíla e Namibe, concorrendo nas categorias de Ideia de Jogo, Protótipo, Inovação e Mirim.

Segundo Domingos Neto (Secretário de Estado para a Ciência e Tecnologia) o evento permite reforçar a aproximação e colaboração estreita entre investigadores científicos, as Instituições de Ensino Superior (IES) e Investigação de Desenvolvimento, e o meio empresarial, visando a transferência de tecnologia para o sector produtivo e sociedade geral.

Vencedores

O jogo denominado  “Esquadrão Mosquito” criado pelo startup Fam Studio, venceu o 1º Lugar na Quarta edição do concurso nacional de criação de jogos digitais, na categoria de inovação. O jogo vencedor ganhou destaque pela sua originalidade e na tecnologia usada, usando realidade virtual o jogo permite que o utilizador encontre mosquitos no seu meio ambiente e aniquila com os mesmo, os criadores com isto pretende, vir a combater um dos grandes maus da nossa sociedade a malária por meio de educação e acima de tudo muita diversão em realidade aumentada.

Na categoria de Ideias venceu em 1º Lugar o jogo NAIRENE – A PRINCESA DOS KWANHAMAS E A FLESHA DO SABER criado pela startup BomComix a ideia de um jogo que retrata a filha de um dos grandes Reis Africanos.

Já na categoria Prototipo venceu o Jogo Burrinho criado pela startup Autonação um passatempo que consiste na formação de palavras aleatória, relacionadas de acordo o tema escolhido. É um verdadeiro teste de vocabulário, para vencê-lo os jogadores deverão conhecer inúmeras palavras diferentes.

Para a surpresa deste ano uma nova categoria foi criada a categoria Mirim e como destaque o jogo vencedor foi A Marimba criado pela startup “Abc da Programação” que vem mostrar o potencial de lógica de programação para criação de jogos para jovens e crianças.

Prémios

Sobre os prémios, o primeiro classificado da categoria “Protótipo” levaram um computador da NCR , um quadro de Honra e uma medalha, para categoria Inovação receberam um Tablet e quadro e medalha igual a inovação, na categoria Ideia o primeiro classificado ganhou um telefone, um quadro e medalha. Os segundos e terceiros classificados ganharam brindes e medalhas.