COVID-19 coloca à prova o tráfego mundial de Internet

0
1447

A pandemia COVID-19 tem estado a colocar à prova o tráfego mundial de Internet. Depois que as empresas e consumidores de todo o mundo ajustaram as suas rotinas em meio às várias restrições que a doença tem causado. A Internet está sendo usada em uma escala que o mundo nunca experimentou.

São milhões de pessoas que agora estão a trabalhar a partir de casa, estudantes de todo o mundo estão online para continuar os seus estudos, os governos estão cada vez mais a alavancar a Internet para se comunicar com os seus cidadãos, grandes quantidades de comércio mudaram para o mercado digital, o número de igrejas que estão a usar as diversas plataformas digitais para transmitir os seus serviços e para manter as suas comunidades conectadas, e os artistas estão a se envolver com o público online para oferecer uma fuga do isolamento que muitas pessoas e famílias estão a começar a sentir.

Esse aumento no uso está a causar a preocupação sobre se a Internet poderá continuar a lidar com as quantidades cada vez maiores de tráfego. Como resultado, alguns dos principais reguladores, operadoras e provedores de conteúdo estão a tomar medidas para reduzir a carga durante os horários de pico de tráfego, num esforço para evitar o impasse online. Por exemplo, os reguladores europeus pediram aos provedores de telecomunicações e plataformas de streaming que mudassem para o vídeo de definição padrão durante períodos de pico de demanda.

Um teste que vai apresentar às operadoras de telecomunicações problemas que devem ser melhoradas num futuro próximo. Em Angola, até ao momento as operadoras têm estado a conseguir suportar o pico no tráfego apesar do aumento de consumo.

Esperemos que esse teste que as operadoras estão a enfrentar possa trazer grandes mudanças futuramente, visto que muitas empresas e não só vão continuar a manter os seus serviços digitais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here