Darwin Costa eleito Director Adjunto da PDWG na AFRINIC

0
1491

A internet se tornou uma parte essencial da vida moderna, mesmo havendo lugares em que as pessoas não possuem o acesso tão facilitado, mas hoje em dia existem organizações que ajudam na sua melhor distribuição bem como a definição de politicas para o seu melhor funcionamento e governação. Estas instituições são chamadas de RIRs (Registro Regional da Internet).

A AFRINIC (African Network Information Centre)  é o registo regional da Internet para a África, com o objetivo de gerir a alocação e o registo de recursos de números da Internet que incluem endereços IP e números de sistema autônomos (ASN). Após o período de seleção e numa lista de (5) submissões para ocupar o cargo de Director Adjunto do PDWG (Policy Development Working Group) da AFRINIC, o angolano Darwin Costa foi um dos eleitos com o Queniano Vicent Ngundi.

O Grupo de Trabalho de Desenvolvimento de Políticas (PDWG) desenvolve e discute o número de propostas de política de recursos que a AFRINIC implementa para distribuir recursos IPv4, IPv6 e ASN em África. O PDWG é composto por qualquer pessoa que, pessoalmente ou através da Internet, participe na discussão de propostas de políticas através da lista de correio de desenvolvimento de políticas de recursos (RPD) ou numa reunião pública de políticas (PPM). O primeiro desafio será liderar a primeira PPM (Personal Private Meeting) que será realizado em junho de 2021 durante o AIS (África Internet Summit).

Actualmente Darwin Costa é o Director Geral do grupo AONOG (Angolan Networks Operators Group) onde são abordados temas relacionados com a Internet no território nacional durante o evento AOPF (Angolan Peering Forum), trabalhou ainda para a Angola Cables durante 7 anos como Especialista de Internet e encontra-se neste momento no maior ponto de troca de tráfego do mundo www.de-cix.net com a sua sede na Alemanha, Frankfurt. Ele é também director adjunto do grupo administrativo do PeeringDB que é uma base de dados baseado na web disponível gratuitamente para redes interessadas em interconexão. Base de dados está que se tornou o padrão para recolha de dados de interconexão na Internet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here