DSTV prevê actualizar preços dos seus pacotes em Março

3922

As operadoras que vendem os serviços de televisão por satélite em Angola, têm pedido ao Instituto Angolano das Comunicações- INACOMpara proceder a um aumento dos preços, mas o regulador tem afastado essa hipótese.

O jornal Expansão, na sua edição número 513, de Sexta-Feira (01/03), avança que, o CEO da DSTV, Eduardo Continentino, afirmou na semana passada que a operadora de televisão por satélite pretende aumentar os seus tarifários, em Março, a uma taxa não superior aos 20% aos preços praticados actualmente, devendo para o efeito, aguardar a decisão do INACOM.

O aumento dos preços de forma unilateral sem a aprovação do INACOM constitui violação da Lei n.º 23/11, 20 de Junho – Lei das Comunicações Electrónicas e dos Serviços da Sociedade da Informação (LCE).

No passado mês de Fevereiro a operadora ZAP, actualizou os preços dos seus pacotes de televisão por satélite, o que fez com que o Instituto Angolano das Comunicações tomasse medidas de punição e com uma multa. De acordo com Leonel Augusto, PCA do INACOM, decorre uma negociação entre o órgão regulador e as operadoras ZAP, DSTV e TVCABO, no que diz respeito às actualizações dos preços.

Em caso de aumento dos preços nos pacotes da DSTV for de 20% como afirmou o CEO, o pacote DSTV Fácil que agora custa AKZ 1.650 poderá custar AKZ 1.980 Já o pacote DSTV Grande, que de momento custa AKZ 4.180, poderá ascender para AKZ 5.000.