Empresa Meta pode ser obrigada a vender o WhatsApp e o Instagram

0
993
ILLUSTRATION – 28.10.2021, Paraguay, Asunción: Das Logo von Meta, der neuen Dachmarke des Facebook-Konzerns, wird auf einem Smartphone angezeigt, im Hintergrund sind die Logos von Facebook, Messenger, Instagram, Whatsapp und Oculus zu sehen. Foto: Andre M. Chang/ZUMA Press Wire/dpa +++ dpa-Bildfunk +++

A Comissão Federal Do Comércio dos EUA tem ‘luz verde’ para avançar com o processo que pretende obrigar a Meta (anteriormente conhecida como Facebook) a vender algumas das suas subsidiárias, nomeadamente o WhatsApp e o Instagram, revela o Business Insider.

De acordo com a notícia, o juiz federal James Boasberg, que está encarregue do processo, rejeitou o pedido para anular o caso feito pela Meta no último mês de Dezembro, e onde significa que o juiz considerou haver argumentos suficientes para ser considerado que a Meta detém um monopólio e, por conseguinte, o processo ser julgado em tribunal.

Estamos confiantes de que as provas revelarão as fraquezas fundamentais destes argumentos. Os nossos investimentos no Instagram e no WhatsApp transformaram-nos no que são hoje em dia. Foram bons para a concorrência e bons para as pessoas e empresas que escolheram usar os nossos produtos” lê-se no comunicado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here