[Entrevista] Amarildo Lucas, criador da aplicação Cinyur: filmes em cartaz no Cineplace Belas.

1216

Há alguns dias fizemos aqui um review do aplicativo “Cinyur”, que permite ver os filmes em cartaz no Cineplace Belas. O passo seguinte é conhecer o homem responsável pelo desenvolvimento da aplicação. Felizmente, o nosso conhecido Sousa Gaspar facilitou o trabalho e preparou uma grande entrevista. Leia na integra:

______________________________________________________________________________

Não é todos os dias que se tem o privilégio de se entrevistar um Desenvolvedor de aplicativos móveis. Por isso antes de mais, queremos agradecer ao Amarildo Lucas (Amaury) pela entrevista.

1. Startup Angola: Quem é o Amarildo Lucas?

Amarildo LucasAmarildo Lucas: Meu nome é Amarildo Lucas, mas por favor, chame-me de Amaury. Sou da década dos 90s, estudante de Engenharia Informática na Universidade Católica de Angola até o ano passado e recentemente da Faculdade de Ciências de Lisboa onde me encontro matriculado em regime livre. Auto-didata, estudo de dia e escrevo código de noite. Trabalho para a Beezond, Inc.

 

2. SA: Como você aprendeu a programar?

AL: Eu não gostaria de dizer que comecei a programar quando tinha 15 anos, na verdade ainda era meio ingênuo e nem mesmo usava tanto o termo. Eu dizia “quero fazer jogos”, e comecei a aprender a escrever algumas coisas em Python para a BGE (Blender Game Engine), porque sempre tive o sonho de criar alguns jogos, e isso começou desde cedo.

Mas programar, programar mesmo de verdade se o termo existe, comecei tendo minhas primeiras lições na Faculdade de Engenharia da Universidade Católica desde o propedêutico (ano zero). Mas não gostava da coisa, estava a aprender lógica ao mesmo tempo querendo resultados e coisas funcionando no computador. Então o meu gosto pela coisa só apareceu no meu 1º ano e no segundo semestre com Java.

Depois comecei a fazer parte de diversas comunidades, a maioria de arte 3D e programação de jogos, comecei com um auto-didatismo profundo e descobri que além da faculdade o essencial é seguirmos o nosso caminho e consolidarmos cada vez mais os nossos estudos conhecendo e se conectando com pessoas de mesma área de interesse, livros, internet e etc.

3. SA: Pode listar aqui os projetos que você já desenvolveu/participou?

AL: Eu já participei e iniciei a desenvolver diversos projectos, mas não me lembro de ter terminado algum e mesmo nos grupos em que fiz parte acabava sempre chegando uma altura em que o pessoal ía se desgastando e acabávamos por cancelar provisóriamente os projectos, muitos deles algum dia acabem e terão alguma estória engraçada por trás. Mas meus projectos pessoais com membros da Beezond são:

Pear Robot: Um jogo para dispositivos mobile onde temos uma criança e um amigo robô a tentar sobreviver num mundo onde os robôs querem vingança contra os humanos. Várias imagens podem ser encontradas na página do próprio jogo ou na página da Beezond: https://www.facebook.com/PearRobot e/ou https://www.facebook.com/beezond

O projecto está temporariamente cancelado.

Sityur: Um aplicativo sobre lugares e serviços. Ajuda-te a encontrar, partilhar e explorar os melhores lugares de sua cidade e seus serviços. O projecto encontra-se em fase de validação e pode ser encontrado neste endereço: http://www.sityur.com

Cinyur: Um aplicativo para dispositivos iOS (optimizado para iPhone) onde os usuários podem checar as novidades do cinema mundial, os filmes em cartaz e em estréia no Cineplace do Belas Shopping. O aplicativo foi lançado no dia 6 de Novembro.

https://itunes.apple.com/us/app/cinyur/id733644912?l=pt&ls=1&mt=8

4. SA: Afinal, o que é o Cinyur?

AL: Cinyur é um aplicativo minimalista para iOS (optimizado para iPhone) que permite aos usuários checar os filmes em cartaz, as notícias mais recentes sobre o mundo dos cinemas e os filmes a estreiar na maior sala de cinema angolana “Cineplace do Belas Shopping”.

Você pode ver os detalhes interessantes de todos os filmes em cartaz ou estréia, desde pontuação imdb,  tempo, censura, em que sala vai passar o filme, sessões, sinópse, actores, etc…

Cinyur é o seu guia sobre cinema no bolso. Eu escrevi um artigo sobre “O que esperar de Cinyur?”, você pode dar uma olhada para um artigo recheado de imagens https://medium.com/p/27adcfc0457.

5. SA: Como as pessoas podem obter a app?

AL: As pessoas podem obter o aplicativo directamente por este endereço:

https://itunes.apple.com/us/app/cinyur/id733644912?l=pt&ls=1&mt=8

Ele redirecciona directamente à abertura do iTunes instalado no seu computador ou para a página do aplicativo no seu browser. Mas também pode ser encontrado na Appstore pesquisando simplesmente por Cinyur.

Está disponível para a loja “store” angolana, e recentemente adicionei-a também na loja “store” USA porque muitos usuários usam ela.

6. SA: Como surgiu a ideia?

AL: Antes de surgir a idéia Eu quis desenvolver meu primeiro aplicativo, estava a procura duma idéia de algo que as pessoas fazem no quotidiano angolano e que lhes possa ser útil. Então pensei porquê não um aplicativo sobre cinema para o Cineplace do Belas Shopping? Depois para motivação eu conversei com o Leocarpo Mário e lhe disse que eu faria o aplicativo em 15 dias. Fui até mesmo obrigado a mudar a minha capa de perfil do facebook com um texto “Criarei um aplicativo para o Cineplace do Belas Shopping em 15 dias”.

Comecei a trabalhar bastante entusiasmado, e notei que terminaria mesmo antes dos 15 dias, mas depois decidi associar a Beezond ao projecto e fazer algo realmente “cool”, então tirei da cabeça os 15 dias e comecei simplesmente a trabalhar para o projecto e o levando um pouquinho mais a sério.

7. SA: Há algum modelo de negócio por detrás do Cinyur?

AL: Não! Não há nenhum modelo de negócio por trás do Cinyur e nem nunca foi pensado. Cinyur é grátis para todos os usuários que o baixarem.

8. SA:  O que acha do cenário atual do empreendedorismo digital no país?

AL: Acredito que esteja a crescer bastante, cada vez mais jovens a tentar realizar as suas idéias ou sonhos em negócios e os mais velhos a partilhar um pouco sobre o que já passaram. Também acredito que a Associação Startup Angola vem desempenhando um papel muito importante ao tentar reunir todos numa comunidade única. Isto só demonstra que ao caminhar de mais alguns anos provavelmente poderemos ter empresas totalmente baseadas ou focadas num mercado digital e a sobreviver simplesmente disso. Outro facto importante é o aumento de dispositivos com internet activa e cada vez mais pessoas usando internet em Angola. As coisas chegarão lá!

9. SA: Se tiver que deixar um conselho, dica ou orientação para novos programadores/empreendedores o que diria?

 AL: Bom! Eu também sou novo empreendedor e como programador também não deixo de o ser, mas com o que venho a aprender ao longo do tempo digo que é essencial a comunicação, é essencial não desistirmos dos nossos sonhos e mais essencial ainda trabalhar todos os dias para realizá-los. Seja humilde!

___________________________________________________________________________

Esta entrevista foi feita por Sousa Gaspar para o site oficial da Associação Startup Angola e foi republicada aqui com a autorização do autor. Espero que tenham gostado da entrevista, é mais um desenvolvedor angolano a mostrar que realmente temos Mais Angola, Mais Tecnologia.