Estudante angolano desenvolve uma linguagem de programação e sua ferramenta de compilação

1
9233
Este artigo foi enviado por Adão Pedro. Quer partilhar conhecimento com os demais seguidores do MenosFios? Siga os passos.

 

No âmbito da elaboração do trabalho de fim do curso pela Escola Superior Politécnica do Uíge, Adão Moisés João Pedro, Estudante-finalista, desenvolveu uma linguagem de programação e a sua ferramenta de compilação.

Foi com o propósito de contribuir para o alcance da Soberania tecnológica do Estado angolano que o Estudante resolveu levar a cabo a implementação de linguagem de programação (baptizada pelo nome de Infra). Este contou com a orientação de Docentes locais, Armando Ngobmo, MSc e Francisco dos Santos, Lic.

A solução ainda conta com a sua ferramenta de compilação (Compilador Infra) e o seu editor de código (Infra Code Editor).

O autor afirma que “O nosso país tem feito um notável aproveitamento das tecnologias produzidas fora, mas isso nos leva à um dilema, pois, por um lado se consegue dar solução aos problemas e por outro nos leva à uma dependência de quem as fabrica, tornando-nos meros usuários“.

O autor levanta ainda a seguinte hipótese:

“ao apostarmos no desenvolvimento de tecnologias locais, estaremos fomentando uma cultura assente na Soberania tecnológica”.

O trabalho teve início no princípio do segundo semestre de 2017 e teve o seu término em Fevereiro de 2018.

Trata-se de uma solução de código aberto e está disponível no Github apartir do link https://github.com/AdaoPedro/Compilador-Infra e foi distribuída nos termos da GPL v3, para estudos e possíveis evoluções.

1 COMENTÁRIO

  1. Precisa-mos de uma linguagem inventada há suportar diversos S.O(sistemas operativos) com a sua topologia inovadora e inicial de modo a ter-mos os nossos projectos sociais mais investigativos… Logo:

    Parabéns pelo empenho! 🎊

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui