Facebook desiste de criar drones para fornecimento de internet

629

O Facebook disse que não vai mais continuar com o seu projecto de construir drones de alto desempenho para o fornecimento de internet. O projecto, chamado de Aquila, foi iniciado há quatro anos e foi oficialmente descontinuado nesta quarta-feira, 27 de Junho.

O drone fazia parte da Internet.org, divisão do Facebook que desenvolve projectos para levar acesso à internet a lugares isolados ou com infraestrutura precária. A companhia esperava fazer a aeronave enviar sinal a receptores no solo com um sistema de transmissão a laser. Painéis solares iriam garantir até 90 dias de voos ininterruptos.

Decidimos não projectar ou construir nossa própria aeronave por mais tempo e fechar nossas instalações em Bridgwater”, disse o director de engenharia da rede social, Yael Maguire.

As suspeitas de que o Aquila seria descontinuado surgiram no mês passado, quando Andrew Cox, líder do projecto, abandonou o posto. Ele comandava uma empresa especializada em drones que foi comprada pelo Facebook em 2014 por cerca de US$ 20 milhões. Nada mais natural, portanto, de que Cox assumisse a iniciativa.

Agora, em vez de construir, o Facebook diz que quer se concentrar em trabalhar com parceiros interessados em fornecer internet de qualidade, além de se empenhar no estabelecimento de regras federais em torno de operações parecidas. A ideia do drone foi abandonada, mas o desenvolvimento de outros projectos de conectividade continua.