Facebook vê os seus utilizadores diários ativos e resultados financeiros a caírem

987

A empresa dona do Facebook, Meta, revelou que os utilizadores ativos diários da rede social caíram para 1,92 mil milhões nos três meses até ao final de dezembro, números esses que representam um decréscimo, quando comparados com os 1,93 mil milhões no trimestre anterior.

Segundo a Meta, o Facebook informou que viu os seus utilizadores ativos diários cair, algo que já não acontecia a mais de 18 anos, onde também alertou para o abrandamento do crescimento das receitas relativamente à concorrência, como o TikTok e o YouTube, uma vez que os publicitários estão a diminuir a quantidade de anúncios.

Por outro lado, na opinião do CEO da empresa, Mark Zuckerberg, as vendas da empresa foram e estão a ser prejudicadas, uma vez que a maioria da audiência, os utilizadores mais jovens, está a optar por redes rivais.

Os primeiros resultados financeiros apresentados pelo CEO, desde que passou a chamar-se Meta ficaram aquém das expetativas, algo que se refletiu na bolsa em Nova Iorque. A queda registada em bolsa pode significar menos 200 mil milhões de dólares de capitalização.

De acordo com os últimos relatórios, no último trimestre de 2021, a empresa registou lucros na ordem dos 10,3 mil milhões de dólares, representando uma queda de 8% em comparação com o mesmo período em 2020.

Até ao fecho dessa emissão, a bolsa de Nova Iorque negociava em baixa no início da sessão, penalizada por uma queda de cerca de 25% das ações da Meta após a apresentação dos resultados.

MAIS: Encontro na rede social Facebook termina em violação de menor

Apesar de ver um crescimento de 20% nas receitas, que subiram para 33,67 mil milhões de dólares, a empresa perdeu mais de 10 mil milhões de dólares numa das áreas mais importantes para o desenvolvimento do seu Metaverso, a Reality Labs. Durante o ano passado, este departamento especializado em realidade aumentada e virtual trouxe apenas 2,3 mil milhões de dólares em receitas.

Resultados Financeiros: Último Trimestre de 2021

A empresa registou uma desaceleração no crescimento do negócio da publicidade. Nos últimos três meses de 2021, as receitas da publicidade registaram um crescimento de 20%, o mais baixo desse ano, totalizando 32,6 mil milhões de dólares.

De acordo com a Meta, o seu negócio da publicidade poderá sofrer um forte impacto em 2022 devido às mudanças implementadas pela Apple no iOS com a funcionalidade App Tracking Transparency, traduzindo-se numa perda de 10 mil milhões de dólares nas receitas ao longo do ano.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui