Google mostra detalhes do carro que não precisa de condutor. Funciona em Angola?

0
1456

Carro autónomo Google

A Google tem usado carros autónomos para mapear várias regiões do globo com o serviço street view. Esses carros têm cumprido a sua tarefa de uma forma tão exemplar que a companhia decidiu, já a algum tempo, aprimorar essa tecnologia para disponibiliza-la para todos.

Imagine, uma viagem sem motoristas, o carro pára quando for preciso, nunca se distrai, cumpre todas as regras de trânsito, está livre de multas… acho que deu para entender. São vantagens que muitas empresas gostariam de ter.

Por isso a Google decidiu dar detalhes sobre esse projecto.

Qual é a tecnologia por detrás desses carros inteligentes?

Um dispositivo foi colocado no tecto, que utiliza tecnologias de radar e laser, para registrar tudo ao seu redor. Uma câmera à frente do veículo observa tudo o que está adiante. Dando assim uma percepção total dos obstáculos.

A informação recolhida é processada por computadores a bordo do automóvel que estão programados para simular rapidamente o que um motorista responsável faria.Outro destaque é que esse carro do Google estará conectado à Internet.

Como o carro saberá qual é o caminho certo?

São usados mapas digitais que mostram como supostamente devem ser as ruas, para logo agregar variáveis do mundo real, como o tráfego, dados recolhidos pelos sensores do carro.

O carro da Google é a prova de acidentes?

Segundo o director do projecto Chris Urmson, esses carros percorreram mais de 160 mil km em vias públicas, sempre com supervisão de um condutor (humano, só para clarificar), tendo sofrido apenas dois acidentes enquanto eram conduzidos pelo piloto automático. Os acidentes foram ligeiras batidas em carros parados no semáforo.

E a pergunta que não quer calar: funcionarão em Angola?

A resposta foi dada implicitamente pelos responsáveis do projecto:

…o automóvel não pode funcionar em lugares que não tenham sido mapeados pelo Google e que não disponha de detalhes como limite de velocidade ou localização dos sinais de trânsito.

Pois é, teremos de aguardar um pouco mais, uma vez que as nossas ruas até foram mapeadas pela Google (algumas ruas, é claro), mas não temos a informação da sinalização, nem limites de velocidade.

A Google ainda está a aprimorar o projecto para ser disponibilizado para o público, mas Sergey Brin(co-fundador da Google) já prometeu para 2018.

[Via]: Mercury News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here