Governo entrega toda a infraestrutura de redes de transmissão da Angola Telecom a Gemcorp

3147

O Executivo Angolano vai entregar a reabilitação e expansão das redes de transmissão da Angola Telecom a um consórcio empresarial liderado pela Gemcorp, onde vai custar aos cofres do Estado mais de 188,8 milhões de dólares e servirá para expandir e modernizar as infraestruturas e cobertura da banda larga em todo o país.

A informação foi revelada num despacho presidencial assinado pelo Presidente da República, João Lourenço, segundo o Novo Jornal, informando que o objetivo é “melhorar a disponibilidade das telecomunicações, em busca do crescimento económico, e mitigar as assimetrias regionais“.

Segundo o documento 279/22, o contrato de prestação de serviços e fornecimento para a reabilitação e expansão das redes rurais e metropolitanas de transmissão e acesso da empresa pública Angola Telecom será celebrado entre o Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTTICS) e o consórcio externo constituído pelas empresas Gemcorp Commodities Global DMCC e Geoglobal Consulting Corp.

De informar que essa decisão já era esperada, visto que já tinha sido informado que a Angola Telecom iria transferir toda a sua infraestrutura de transporte (Backbone) nacional e da rede metropolitana de telecomunicações a empresas do sector privado, de modo a rentabilizar melhor essa aérea.

MAIS: SIC recupera cabos de fibra óptica roubados da Angola Telecom

Esse processo foi coordenado pelo MINTTICS e a parceria contribuirá de forma realista e transversal para a dinamização e crescimento económico e social do país.

Esta subconcessão ao estabilizar, recuperar, expandir e eletrónicas as infraestruturas de telecomunicações nacionais, permitirá que os vários operadores de comunicações electrónicas possam beneficiar do acesso a uma rede de cobertura nacional, robusta e redundante, podendo oferecer aos seus clientes serviços de qualidade a preços competitivos“, sublinhou a nota.

De acordo com o Governo, o aumento da estabilidade e disponibilidade da infraestrutura, o desenvolvimento da economia digital e da eocnomia, em geral, aliadas ao potencial de uma população em que 66% tem menos de 25 anos e a uma taxa de crescimento anula da população, que até 2034 se estima superior a 3%, garantirão um crescimento convergente para o mercado das telecomunicações, trazendo também maiores níveis de rentabilidade aos investidores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui