Hackers roubam mais de dois mil litros de gasolina nos EUA

427

Um ciberataque realizado em 23 de Junho contra um posto de combustível em Detroit, nos Estados Unidos da América, que segundo autoridades locais, hackers conseguiram roubar o equivalente a 2,2 mil litros, com muita facilidade.

Os hackers utilizaram algum tipo de equipamento de acesso remoto para efectuar essa missão. O dispositivo fez com que tanto a bomba quanto o controle de saída de gasolina fossem hackeados, impediu que o funcionário conseguisse desligar o fornecimento impróprio ao perceber o ocorrido.

O posto de combustível registou um prejuízo de US$ 1.800, o roubo ocorreu por volta das 13 horas do horário local e levou 90 minutos para ser concluído, estima-se que, durante a invasão, cerca de 10 carros tenham sido beneficiados por esse ataque.

Em entrevista, um funcionário do posto disse que o sistema não respondia. Ele foi obrigado a usar um kit de emergência para fechar a bomba manualmente. Acredita-se que programa usado no posto para realizar o gerenciamento de combustível tenha alguma brecha que foi descoberta e usada pelos hackers para realizar a invasão.

Agora, a polícia quer descobrir justamente qual o dispositivo invadiu o software usado pelo posto de gasolina e como ele foi capaz de impedir o desligamento da bomba. Em 2015, uma empresa de segurança informou que a maioria dos sistemas de gerenciamento de postos de gasolina possuem algum tipo de vulnerabilidade por estarem conectados com a internet e essa brecha torna-se ainda maior pelo facto de muitos não inserirem algum tipo de senha de protecção.