Holanda procura empreendedores em Moçambique com o projecto Orange Corners

1980

Durante a edição de 2017 do Seedstars Africa, a embaixadora do Reino da Holanda em Moçambique, Pascalle Grotenhuis, partilhou o seu entusiasmo em relação ao espírito empreendedor e a energia dos jovens Moçambicanos. Por isso, a Holanda, por intermédio da sua embaixada em Moçambique, decidiu criar um projecto para treinar e potencializar os jovens talentos locais.

Orange Corners

Projecto Orange Corners

Nos últimos anos, a embaixada da Holanda tem apoiado a organização do Seedstars em Moçambique e está a pensar em apostar no evento global também, mas queria estar envolvida mais directamente no processo de selecção e orientação dos talentos. Por isso criou o projecto Orange Corners, em parceria com várias companhias que operam localmente.

Como funcionará?

Serão selecionadas 30 jovens, que beneficiarão de treinamento e acompanhamento durante 6 meses, em que receberão suporte para que as ideias sejam transformadas em soluções locais para problemas globais.

Eis a descrição completa dos recursos do projecto:

  • Programa de incubação
  • Workshops práticos
  • Mentoria com profissionais e empreendedores experientes
  • Momentos de Inspiração
  • Masterclasses com experts
  • Eventos de networking
  • Business Coaching
  • Visibilidade
  • Exposição a mercados e oportunidades
  • Espaço de trabalho flexível e dinâmico
  • Bootcamps em parceria com universidades e empresas Holandesas

Na incubadora, os jovens universitários (finalistas e recém-licenciados) poderão ter acesso à mentoria, acessória legal e financeira, marketing para que consigam tirar as suas ideias do papel.

Segundo a indicação da embaixadora da Holanda, o Orange Corners não pretende ficar por Moçambique, segundo plano, serão visados também empreendedores em Angola, África do Sul, no entanto não foram anunciadas datas para o arranque do projecto nestes dois países.

O lançamento da incubadora contou com a presença do Vice Ministro da Indústria e Comércio de Moçambique, Ragrenda de Sousa, que teve a chance de dirigir-se aos jovens presentes, exortando que não deixassem essa oportunidade passar, apontando ainda para o empreendedorismo como um dos modos de baixar o índice de desemprego no país.

Saiba como participar.