Início África Huawei quer reforçar a literacia digital entre as mulheres em África

Huawei quer reforçar a literacia digital entre as mulheres em África

1
Huawei quer reforçar a literacia digital entre as mulheres em África

A Huawei, empresa chinesa de telecomunicações, aumentou a sua formação e tutoria dirigida às mulheres e raparigas africanas, de modo a aumentar as suas competências digitais, bem como melhorar a sua empregabilidade nas indústrias do futuro.

Essa iniciativa foi revelada pela empresa através de uma declaração em Nairobi, capital do Quénia, dizendo ainda que a instituição está empenhada em colmatar a assimetria do género no que diz respeito às competências digitais em toda a região da África Subsaariana.

Por intermédio do programa emblemático “Sementes para o Futuro”, a Huawei estabeleceu uma parceria com governos africanos para oferecer formação especializada em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) a mulheres e raparigas.

MAIS: Mulheres Angolanas incentivadas a seguirem uma carreira tecnológica

Falando de Angola, esse programa teve a sua realização de 1 à 8 de novembro de 2021, com o objectivo de desenvolver talentos locais em TIC e aumentar a transferência de conhecimento. É um programa sociocultural, socioeconómico e tecnológico que visa agregar valores a jovens talentos que cursam o ensino superior nas áreas de TIC.

Assim como o nosso país, outros 13 países da África Subsaariana, como Quénia, Uganda, Gana e Malawi, se mobilizaram por trás dessa mesma iniciativa de formar mais de 200 mulheres em áreas relacionadas com as TIC, revelou a Huawei.

De informar ainda que o empoderamento da mulher é uma questão bastante levantada enquanto travão de desenvolvimento em Angola, e onde por causa disso várias iniciativas tem sido levantadas com a solução.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui