Internet de alta velocidade será um serviço básico no Canadá

0
114

O orgão regulador de telecomunicações do Canadá, país vizinho dos Estados Unidos informou que a conexão de Internet de alta velocidade é um serviço básico e anunciou a criação de um fundo milionário para promover o acesso em todo o país.

Em média, um de cada cinco canadenses não possui conexão à internet de qualidade, sobretudo aqueles que vivem em zonas rurais ou áreas afastadas de grandes centros urbanos. Mas isso pode mudar nos próximos anos, já que o governo do Canadá decidiu tornar o acesso rápido à internet um serviço básico.

O governo do Canadá pretende investir cerca de 750 milhões de dólares canadenses em cinco anos para garantir o acesso à Internet de alta velocidade, com uma velocidade mínima de 50 Mbps de download e 10 Mbps de upload para todos, inclusive nas zonas rurais mais remotas do país.

O futuro da nossa economia, da nossa riqueza e da nossa sociedade, portanto, o futuro de cada cidadão depende de estabelecermos metas ambiciosas, e uma delas consiste em conectar todos os canadenses para o século XXI. É uma meta ambiciosa, que não será fácil de ser cumprida, mas não temos escolha. disse Jean-Pierre Blais, director da CRTC ( Comissão Canadense de Rádio-Televisão e Telecomunicações)

Os investimentos serão feitos ao longo dos próximos cinco anos, serão geridos por uma entidade terceira e tem como propósito complementar outros investimentos públicos e privados. O dinheiro será usado principalmente para ampliar a infraestrutura de telecomunicações, tarefa bastante desafiadora para um país que tem uma das maiores extensões territoriais do mundo.

Actualmente, apenas 20% dos canadenses não tem acesso à Internet de alta velocidade, principalmente nas zonas mais remotas do país, de acordo com a CTRC. A medida também determina que os cidadãos tenham acesso a pelo menos uma opção de plano de banda larga fixa com serviços de dados ilimitada.

E se o governo de Angola seguir esta meta? Sonhar não é probido…