Já é possível constituir empresas em Angola pela internet

3542

O governo angolano, através do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, lançou nesta quarta-feira, uma plataforma que permite constituir empresas a partir da internet, com vista a reduzir os enchentes nos Guiché Único da Empresa (GUE).

O GUE online é resultante da interacção entre Ministério da Telecomunicações Tecnologias e Informação (MTTI), que concebeu e desenvolveu todo aplicativo que suporta e permite a constituição de empresas online. De igual modo, o Ministério da Economia e Planeamento participou da criação do GUE online coordenando todo o processo.

O secretário de Estado da Justiça, Orlando Fernandes, disse que esta iniciativa do Executivo angolano responde à crescente demanda dos cidadãos atentos à qualidade da prestação dos serviços públicos assim como aos estilos e ritmos de vida da nova geração de utentes que utiliza regularmente as tecnologias da informação e comunicação.

Já o ministro da Economia e Planeamento, Pedro Luís da Fonseca, realçou, ao intervir na cerimónia, que a inauguração o lançamento do GUE online visa relevar a sua importância face ao transcendental papel que assume o investimento privado nacional e estrangeiro.

“ Atrevo-me em afirmar que se  está a operar uma revolução silenciosa e paulatina na economia nacional, que encontra expressão em algumas declarações do Chefe Estado, quanto às novas modalidades de se fazer economia e de se incentivar o mercado e a iniciativa privada nacional”, sublinhou o ministro.

Por sua vez, José Carvalho da Rocha, ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, disse que o GUE online foi lançado dentro da plataforma SEPE, um meio pelo qual o Executivo angolano pode fornecer serviços electrónicos aos cidadãos.

De acordo com o ministro a pretensão do Executivo é levar o cidadão a fazer recurso aos serviços que podem ser prestados por via electrónica pelo Executivo, atráves do SEPE.

O novo portal do GUE pode ser acessado através do endereço electrónico www.sepe.gov.ao