KiloCore, o chip com mil núcleos

229

chip-lead

A Universidade da Califórnia apresentou o KiloCore, o surpreendente chip que conta com mil núcleos programáveis, que segundo a instituição tem como objectivo o de levar o processamento paralelo a um patamar nunca antes alcançado.

A parceria com a IBM, possibilitou que fosse empregue no chip uma tecnologia de fabricação de 32 nanômetros. O KiloCore tem 621 milhões de transistores e pode realizar 1,78 trilhão de operações por segundo. Cada núcleo está condicionado a uma frequência de até 1,78 GHz. Esse limite até poderia ser maior, mas a ideia do projecto é oferecer altíssima capacidade de processamento com o menor consumo de energia.

kilocore_chip-800x420

Cada núcleo do chip pode trabalhar de modo independente. Assim, os núcleos que não estiverem a ser usados podem se desligar para economizar ainda mais energia, segundo Brent Bohnenstiehl, um dos participantes do projecto. Esse modo de funcionamento também permite que cada núcleo execute um conjunto distinto de operações. Com isso, uma aplicação pode ser dividida em muitas partes pequenas, cada uma das quais ficando a cargo de um núcleo. É como se houvesse numerosos processadores independentes a trabalhar ao mesmo tempo.

Não está claro quando e se o projecto irá, de facto, caminhar para um formato comercial, mas a equipa responsável já tem um conjunto de ferramentas para que o chip possa ser usado em aplicações que envolvam processamento de grandes volumes de dados. Esse é um sinal de que há sim planos para que a tecnologia saia dos limites do laboratório em algum momento.