Lucapa vai produzir 7.72 megawatts de energia limpa

894
DCIM100MEDIADJI_0025.JPG

O município de Lucapa, província da Lunda Norte, vai ganhar uma central fotovoltaica com capacidade de produzir 7.72 megawatts de energia elétrica limpa, beneficiando mais de 100 mil habitantes naquela circunscrição.

Segundo o que foi revelado, a entrada em funcionamento do projeto vai permitir ao Governo Angolano poupar 4 milhões, 933 mil, 371 litros de combustível por ano, orçada em 19 milhões, 706 mil, 428 Euros e comportará 12 mil e 92 painéis solares.

Para o secretário de Estado para Energia, Belsa da Costa, falando no lançamento da primeira pedra para o início da sua instalação, disse que o Estado pretende com este projeto, ampliar a energia renovável para pelo menos 70 da balança energético no país, sustentada pela contribuição da central hidroelétrica de Caculo Cabaça, que tem uma capacidade de produção de 2.172 megawatts.

Belsa da Costa frisou ainda que a adoção de soluções de produção, usando energias renováveis, enquadra-se na estratégia nacional das alterações climáticas, adotada pelo país, no desenvolvimento de um modelo de base carbono.

MAIS: Namibe. Central Fotovoltaica de Caraculo vai fornecer 25 megawatts de energia limpa

Ainda na sua abordagem, o Secretário de Estado ressaltou que a infraestrutura constitui um grande ganho para o sector da energia em Angola e que impactará no desenvolvimento económico, social e ambiental de pelo menos seis regiões do país, designadamente Benguela, Huambo, Bié, Moxico, Lunda Sul e Lunda Norte.

Sendo regiões bastante povoadas, acrescenta o governante, a estimativa do Governo é que as centrais fotovoltaicas, beneficiem cerca de um milhão e 200 famílias, que perfez cerca de 6 milhões e 200 habitantes.

Por outro lado,  o vice-governador para os serviços técnicos e infraestruturas, Lino dos Santos, apelou ao empreiteiro, no sentido de cumprir com os prazos contratuais, tendo em conta a importância do projeto no desenvolvimento socioeconómico do Lucapa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui