Malanje recebe a sua primeira Mediateca provincial, a décima no país

0
969

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTTICS), Manuel Homem, inaugurou na manhã dessa quarta-feira(26), a primeira Mediateca da província de Malanje, com o nome de Rei Ngola Kiluanje, e que visa atender essencialmente a camada juvenil estudantil, no domínio da pesquisa e consolidação de conhecimentos através da Internet e outros meios tecnológicos e de informação e comunicação.

Segundo o que foi revelado, a infra-estrutura custou mais de dois mil milhões de kwanzas aos cofres do Estado Angolano, onde a mesma dispõe de espaços de pesquisa multimédia e actividades infanto-juvenis, recepção central para registo de utentes, auditório, salas de jogos, cinema, lojas de conveniência, área de restauração e serviços de informação.

De referir ainda que a Mediateca Rei Ngola Kiluanje contém, igualmente, de salas de formação e capacitação, espaços e ambientes de leitura e lazer e estruturas de apoio ao empreendimento, sendo a décima do país e vai, numa primeira fase, garantir 30 postos de emprego directos e 20 indirectos.

Falando aos jornalistas, Manuel Homem disse que construção da Mediateca é um espaço de saber diversificado e moderno, tecnologico, capacitado e de lazer, bem como para a promoção empresarial e inclusão social, algo que é uma iniciativa ímpar em África, engendrada pelo Executivo Nacional, que prevê a construção e o funcionamento efectivo em todas as províncias de Angola, de pelo menos uma Mediateca.

A nossa presença hoje, nesta província, resulta do desejo, dos objectivos e da orientação do Presidente da República de Angola, João Lourenço, que nos honra e orgulha, a fim de se disponibilizar para a população de Malanje, e não só, este espaço grandioso e funcional de polimento e refinamento do saber e capacitação do homem, mas também de inclusão social“, frisou o Ministro.

MAIS: Centro de Gestão do Espectro Radioeléctrico é inaugurado em Cabinda

Ainda para os presentes na inauguração, ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social acrescentou que a Mediateca é uma estrutura informatizada e multimédia, que congrega, essencialmente, diversos espaços e ferramentas do saber, hábeis em facilitar o acesso e a universalização da informação do uso das TIC, do conhecimento, com foco para a utilização das novas tecnologias de informação e comunicação por parte das populações.

Por outro lado, o director da Rede de Mediatecas de Angola (REMA), Bengue Saúka, disse que a mesma está projectada para funcionar com 150 computadores de mesa e portáteis de última geração, conectados a Internet, que servirão de suporte para as pesquisas científicas e não só.

Fez saber ainda que numa primeira fase vai funcionar com técnicos da REMA de outras províncias, até a realização do concurso público para a admissão de funcionários locais.

A classe estudantil mostra-se congratulada com o surgimento desta infra-estrutura que vai de certa forma, servir de centro de investigação científica e não só.

Erguida num espaço de dois mil 613 metros quadrados de ocupação total e localizada na cidade de Malanje, a mediateca deu ao quarteirão uma outra imagem arquitectónica.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here