Nokia 1100 ainda é o telemóvel mais vendido da história

A história dos telemóveis não se baseia apenas em aparelhos da Apple e da Samsung. O ranking do mais vendido de sempre deixa isso bem claro e surpreende pelo resultado.

2986

Os telemóveis de consumo essenciais no nosso dia a dia, e fabricantes lutam para conquistar o maior número de consumidores para que cada lançamento seja ainda maior que o antecessor, em que procuram trazer novas funcionalidades, características exclusivas e sistemas operacionais mais polidos.

Veja a lista dos 10 telemóveis mais vendidos na história.

  • 10. iPhone XR, XS e XS Max – 151,1 milhões de unidades vendidas

Um ano após a estreia do iPhone X em 2017, a Apple apostou numa nova estratégia com o lançamento da dupla iPhone XS e iPhone XS Max com acabamento premium e o lançamento do iPhone XR como alternativa mais acessível.

Os modelos conquistaram o público e, em especial, o iPhone XR se destacou cada vez maior à medida que o seu preço despencava, a ponto de ainda ser uma opção de compra em 2023, quase cinco anos após o seu lançamento oficial.

  • 9. Linha iPhone 11 – 159,2 milhões de unidades vendidas

A representar o sucessor da linha iPhone XS, o trio iPhone 11 foi apresentado em 2019 com a mesma estrutura de lançamento do ano anterior composto por um modelo comum e dois modelos premium, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max.

  • 8. iPhone 7 e 7 Plus – 159,9 milhões de unidades vendidas

Conhecidos por deixar uma grande parcela do público irritada com a retirada do conector P2 para auscultadores, a estreia do iPhone 7 e 7 Plus em 2016 ainda provou que decisões agressivas da Apple nem sempre podem impactar negativamente as vendas do aparelho.

  • 7. Nokia 3210 – 161 milhões de unidades vendidas

Outro modelo icónico da marca, o Nokia 3210 lançado em 1999 destacou-se imediatamente por ser o primeiro telemóvel popular com antena interna, que o tornou o dispositivo ainda mais cômodo e facilitou o seu uso no dia a dia.

O aparelho contava com três jogos pré-instalados, incluindo Snake (o jogo da cobra), corpo fino e carcaça intercambiável para diferentes cores.

  • 6. iPhone 5S – 164,5 milhões de unidades vendidas

Embora o iPhone 5s tenha representado poucas mudanças em relação ao iPhone 5 do ano anterior, a estreia do botão Home com rápido Touch ID para autenticação com biometria, o lançamento do Apple Pay, a chegada do iOS 7 redesenhado e a sua bateria de maior duração foram fatores que impulsionaram o interesse de quem ainda não migrou do iPhone 4 ou 4S.

  • 5. iPhone 6S e 6S Plus – 174,1 milhões de unidades vendidas

Ao combinar as vendas do iPhone 6s e do iPhone 6S Plus lançados em 2015, a Apple conquista a quinta posição de telemóveis mais vendidos no mundo com maior interesse do público por um iPhone de ecrã maior.

  • 4. Série Nokia 105 – 200 milhões de unidades vendidas
A linha Nokia 105 começou em 2013 com a estreia de um telemóvel que repetia a fórmula da marca nos anos anteriores, A empresa apostava num telefone muito barato com bateria de longa duração, rádio FM e lanterna.
  • 3. iPhone 6 e 6 Plus – 220 milhões de unidades vendidas

O lançamento do iPhone 6 e iPhone 6 Plus conquistou o público com o seu novo design de alumínio com cantos arredondados, abandonou o visual de quinas retas utilizados desde o iPhone 4, e menor espessura num smartphone da Apple com 6,9 mm para o modelo menor.

Os modelos da Apple sofreram com o chamado “bend gate”, uma falha de estrutura que tornava o aparelho mais suscetível a danos na região dos botões de volume. Mesmo com o grave problema, a dupla vendeu 220 milhões de unidades.

  • 2. Nokia 1110 – 250 milhões de unidades vendidas

Ao provar que não se mexe em equipa está a ganhar, o Nokia 1110 foi lançado dois anos após o sucesso estrondoso do Nokia 1100 e, para a surpresa de todos, foi capaz de se aproximar do impressionante volume de vendas do antecessor. Lançado em 2005 e fabricado até 2007.

  • 1. Nokia 1100 – 255 milhões de unidades vendidas

Com impressionantes 255 milhões de unidades vendidas, o Nokia 1100 conquistou os países subdesenvolvidos pela alta durabilidade e pelo preço baixo, se tornou o primeiro aparelho de muitos consumidores por apostar em duas características de grande importância.

A Nokia manteve a sua fabricação durante seis anos até aposentá-lo de vez, marcou a história da telefonia mundial e tornou-se no telemóvel mais vendido no mundo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui