Aplicativo de mobilidade Heetch chega a província do Huambo

2365

A Heetch Angola, subsidiária da startup francesa Heetch que é responsável pelo desenvolvimento de uma aplicação que permite chamar um motorista para deslocações privadas a qualquer hora, anunciou recentemente a sua expansão a província do Huambo.

Segundo o comunicado oficial enviado a redação da MenosFios, esta expansão vem mais uma vez provar o Heetch como o aplicativo de mobilidade mais usado no país, após ter iniciado operações em Benguela e Huíla no final do ano passado, continuando assim a missão de transformar a mobilidade no país tornando-a mais positiva para todos, dando início mais uma aventura que a empresa espera que seja tão bem sucedida como as anteriores.

Estamos bastante entusiasmados com a abertura de mais uma cidade neste país que tão bem nos acolheu. Posso afirmar que já começamos bem, fomos recebidos de forma hospitaleira, e já constatamos haver interesse pelo serviço que oferecemos. Ouvimos o chamado do Huambo e agora que chegamos, esperamos que os habitantes desta linda cidade retribuam a nossa aposta descarregando o aplicativo e tornando-o parte do seu quotidiano“, pode ler-se no comunicado.

MAIS: Aplicativos de mobilidades existentes em Angola são ilegais, garante Governo

De informar que a Heetch começou a operar em Luanda no auge da pandemia da covid-19, no fim de 2020, mas conseguiu crescer em poucos anos e é hoje já uma alternativa de mobilidade para milhares de angolanos, que têm neste tipo de negócio uma fonte alternativa de rendimento, e em muitos casos até a sua única forma de sustenta.

Só na capital, já há muito que ultrapassou a fasquia das 6 milhões de corridas realizadas. O potencial de crescimento deste mercado hoje é um facto inegável, por isso trabalha em proximidade com as autoridades competentes para a regulação do sector, para que os direitos dos motoristas sejam garantidos e que os passageiros possam viajar em segurança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui