Países com sucesso na adoção de dinheiro móvel podem reduzir a pobreza em cerca de 2,6%

1033

Uma pesquisa recente do Grupo Vodafone, Grupo Vodacom, Safaricom e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) indica que implantação e adoção bem-sucedida de serviços financeiros móveis é associada com um impacto positivo no crescimento da economia nos mercados em desenvolvimento, uma vez que ajuda as empresas a reduzirem os custos, a acederem ao crédito para investir e a conectaram-se com os consumidores que estavam anteriormente excluídos dos serviços financeiros.

A pesquisa de modelização econométrica, que examinou 49 países em África, Ásia e América Latina, concluiu que os países com serviços de dinheiro móvel com sucesso tinham uma taxa de crescimento anual do Produto Interno Bruto (PIB) per capita até 1 ponto percentual superior à dos países onde as plataformas de dinheiro móvel não tinham tido sucesso ou não tinham sido introduzidas.

MAIS: Aquisição de microcréditos via Mobile Money será o “salto” dos serviços financeiros nacionais

Com base em pesquisas anteriores do Banco Mundial sobre a relação entre o crescimento económico e a redução do número de pessoas que vivem na pobreza, este crescimento do PIB per capita implica que os países com sucesso na adoção de dinheiro móvel poderiam reduzir a pobreza em cerca de 2,6%.

A análise foi realizada como parte da campanha Africa Conected das empresas, uma iniciativa para impulsionar o desenvolvimento sustentável através da colaboração e ajudar a eliminar os obstáculos que impedem o progresso nos principais sectores económicos de África.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui