Passaporte Eletrónico entre as prioridades do Executivo para este ano

1601

A implementação do Passaporte Eletrónico Angolano é uma das prioridades do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME), segundo o Ministério do Interior.

Para o comissário de migração Randal Midoux Mouzinho, director do SME em Luanda e que falava na abertura do ato provincial de comemoração do 47º aniversário do SME, informou que o passaporte eletrónico vem para dar resposta às solicitações de emissão de passaportes e acelerar o processo.

Como a redação da MenosFios já tinha informado, nos últimos tempos o Executivo angolano está a trabalhar com celeridade para concretizar a entrada em vigor do referido documento. “Angola tem um período definido para apresentar este documento”, disse, salientando que o Executivo deve ser célere no processo de lançamento do passaporte eletrónico.

MAIS: Passaporte eletrónico foi aprovado pela Assembleia Nacional

Que aspetos devem obedecer aos passaportes eletrónicos?

Odocumento é identificado por um símbolo, estabelecido internacionalmente e estampado na capa e que, entre outras componentes, inclui um dispositivo eletrónico no qual se encontra armazenada a informação biográfica e biométrica do seu titular. O passaporte eletrónico integra uma nova geração de dispositivos, que vão do reconhecimento facial à integração de um “chip com ou sem contacto”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui