Plataforma E-learning oferece programas de aceleração a empresas nacionais

1239

Dez pequenas e micro-empresas nacionais passam, a partir do fim deste mês de Novembro, a estar conectadas à plataforma E-learning Mentor Day, que consiste em um programa de aceleração e crescimento sustentável das unidades de produção via online.

Essa informação foi prestada pelo director da Escola Nacional de Comércio (ENCO), Nasser Alexandre, onde informou que o Mentor Day é uma plataforma de origem espanhola que, numa parceria com essa instituição nacional, concordou em conceder a Angola a  oportunidade de conectar dez empresas do país, em experiência piloto.

A E-learning da Mentor Day é uma plataforma onde estão integrados mais de 600 investidores de alto nível, mais de três mil empresários, especialistas, assessores, instituições financeiras, incluindo bancárias, bem como mentores voluntários em Espanha e em outros países do continente europeu.

O seu sistema de formações consiste primariamente no desenvolvimento de acções de capacitação profissional, acesso a fontes de financiamento e facilidade de internacionalização das empresas,  segundo as palavras de Nasser Alexandre.

MAIS: União Europeia disponibiliza 5 milhões de euros para incubadoras nacionais

O responsável acrescentou ainda que as dez empresas angolanas terão de passar por um processo de selecção orientado pela ENCO, um processo que tem em conta o estado legal, condições tecnológicas e capacidade de geração de emprego, com a habilitação a envolver o valor  de 700 mil kwanzas.

Serão seleccionadas as empresas que estiverem  inscritas no edifício sede da ENCO, em Luanda, até o dia 29 desse mês onde o director adiantou que as mesmas recebem, por e-mail, um link e palavra passe de acesso à plataforma. Submetidas ao passo de inscrição, as empresas selecionadas serão submetidas a um programa de formação durante duas semanas, sujeitando-se à obrigação de cumprir até 70 por cento do programa, para terem acesso à fase final, onde ficam habilitadas ao financiamento dos projectos aceites na plataforma.

Na primeira fase de formação, que é denominada de pré-aceleração, os candidatos são capacitados com a ajuda de um mentor.

Po outro lado, na segunda fase e que é conhecida como etapa de aceleração, as empresas terão de demonstrar capacidade técnico-profissional adquirida durante o período de formação, apresentando o projecto a uma bolsa de mais de 500 investidores, incluindo bancários.

De referir que o valor de financiamento a ser concedido para cada empresa fica dependente da dimensão, amplitude e utilidade do projecto, e onde durante um ano, a empresa é acompanhada por um mentor voluntário, seleccionado de acordo com as necessidades de cada empresa.

Todo o processo comunicativo ocorre em língua inglesa e espanhola. Com vista a dar oportunidade de um maior número de empresas angolanas beneficiarem deste tipo de iniciativa, o director da Escola Nacional do Comércio indicou que a instituição já está a trabalhar para elaborar o projecto Mentor Day Angola, que é introduzido depois da fase de experiência piloto, envolvendo instituições financeiras do país e internacionais.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui