Quão seguro é o seu smartphone? Muito menos do que pensa!

470

Smartphone

Sempre achamos que pelo o facto de usarmos senhas que, bloqueiam o acesso ao nosso smartphone, ou que bloqueiam certas aplicações e arquivos que significa que estamos protegidos. Pois, saiba que um estudo recente, da consultora Kaspersky, concluiu que 83 em cada 100 aplicações instaladas telemóvel ou tablet acedem a dados pessoais.

O telemóvel tornara-se num equipamento essencial no dia-a-dia, tendo a sua evolução mais recente, os smartphones, chegado a um desenvolvimento tecnológico equiparável ao dos computadores pessoais. Mas, se não obtivermos o maior cuidado e atenção pode ser fatal para muitas pessoas.

“Um smartphone ou tablet, tal como os computadores, é vulnerável a certos perigos, como o phishing, SPAM, malware, roubo de identidade e/ou informação pessoal”.

Clara Guerra, da Comissão Nacional de Proteção de Dados Pessoais de Portugal disse que, as pessoas acham que o telemóvel é delas e ninguém entra. Não é verdade. Entra mais gente do que em sua casa. Isto porque, 96% dos aplicativos conseguem estar activas sem o utilizador saber.

Alfonso Ramirez, diretor da Kaspersky, salienta que corremos um grande risco. “Pode haver falhas nos dispositivos, problemas com a bateria ou infeção por malware. As aplicações têm acesso a alguns dos dados mais pessoais que temos e os utilizadores desconhecem muitas vezes que esta informação está a ser partilhada”.

O estudo da Kaspersky analisou dados de 17 países, que teve mil participantes, concluiu que “96 em 100 apps Android consegue estar activas sem o utilizador saber e 835 têm acesso a dados sensíveis do utilizador, como contactos, fotografias, mensagens, chamadas“.

Será que sabia, que no seu telemóvel pode entrar mais gente do que em sua casa, através dos aplicativos?