Quénia acolhe o primeiro Google Web Rangers Africa

437

Quénia vai acolher o primeiro “Google Web Rangers Africa Summit“, com o objectivo de divulgar a segurança na Internet e promover a cidadania digital responsável no continente.O Google vem a promover o uso seguro da internet há alguns anos. O seu programa apelidado de “Web Ranger” foi conceituado para envolver as pessoas sobre práticas seguras ao navegar na Internet. O programa é pela primeira vez realizada em África.O programa oferece oficinas conduzidas por especialistas locais em segurança online para ajudar a treinar jovens. Esses jovens considerados embaixadores, realizam campanhas em escolas e comunidades com objectivo de aumentar a consciencialização sobre segurança online.

Os principais destaques do Web Ranger incluem: um bootcamp sobre como fazer vídeos de campanha para públicos online sobre temas como diversidade e inclusão, confiança, tolerância e responsabilidade. Os participantes também aprenderão como lidar com questões de políticas da vida real – com foco em cyberbullying e partilhamento de informações pessoais online.O programa foi lançado em 2011 e actualmente é executado em 15 países, incluindo três países africanos, nomeadamente, Quénia, África do Sul e Nigéria. No entanto, chegou ao Quénia em 2015 na Precious Girls, Riruta.

“Na Google, estamos profundamente comprometidos em proteger as crianças na Internet e proporcionar a todos os usuários uma experiência segura, porque proteger as crianças é uma responsabilidade. todos compartilhamos, e nosso negócio depende do fato de as pessoas estarem online – e precisamos que seja um espaço seguro ”, disse Doron Avni, fundador da Web rangers.