Quénia substitui polícias de trânsito por sistemas de vigilância…

0
2032
Engarrafamento no último nível
Como acabar com situações semelhantes?

Não é uma inovação. Outros países já fizeram o mesmo, aliás, é algo essencial para regular o tráfego de qualquer cidade de topo. A video-vigilância, acompanhada por outros dispositivos para controle de tráfego, podem salvar muitas vidas e economizar tempo e dinheiro para os governos.

O Quénia apercebeu-se das vantagens e a partir do dia 1 de Março, a maior parte das artérias da cidade de Nairobi deixará de contar com polícias de trânsito e passará a ser controlada por sistema de vídeo vigilância.

Daqui para frente, o Quénia pretende integrar também as câmaras de segurança dos principais edifícios, que tenham uma vista para a rua, para assim servir de complemento para as actuais câmaras usadas no controle rodoviário.

Esse projecto foi desenvolvido durante meses, em que as autoridades do Quénia fizeram o estudo das vias e posteriormente implementaram as câmaras e sensores. Agora resta colher os frutos do bom trabalho e deixar os polícias trabalharem em áreas que realmente precisem deles. Para deixar bem claro, os policias de trânsito não desaparecerão no Quénia, só deixarão de orientar o trânsito para ter um papel de fiscalização.

Em Angola temos um projecto semelhante, mas será que teremos a perseverança do Quénia, para concluir esse importante projecto?!

[Via]: All Africa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui