Rede de internet da administração pública belga foi alvo de ciberataque

0
547

A rede Belnet, que assegura as conexões de universidades, centros de investigação e administração pública da Bélgica, foi esta terça-feira alvo de um ciberataque de grande escala. Um ciberataque de grandes proporções terá deixado cerca de 200 entidades clientes da rede Belnet com acesso condicionado ou mesmo sem acesso à Internet.

O ciberataque em questão, que tomou a forma de um ataque DDoS – que tem como objectivo fazer com que os portais internet de um determinado servidor fiquem indisponíveis –, terá ocorrido por volta das 12h locais (11h de Luanda) e, segundo uma porta-voz da rede, “afectou todos os clientes de uma maneira ou de outra”.

Segundo o jornal belga La Libre Belgique, cerca de 200 entidades foram visadas e ficaram com um acesso “muito limitado, ou mesmo inexistente” à Internet. Cinco horas depois do início do ciberataque, por volta das 17h locais (16h de Luanda), a Belnet informava que este “continuava em curso” e que “ocorria em vagas sucessivas”, estando os serviços informáticos da empresa a “monitorizar a rede para conter quaisquer novas tentativas”.

Devido ao ciberataque, o parlamento da Federação da Valónia-Bruxelas teve de suspender algumas sessões das suas comissões, já que muitos dos seus deputados estavam a participar nos debates por videoconferência e perderam a conexão.

Segundo uma porta-voz da Belnet, citada pela agência de notícias Belga, a origem do ciberataque ainda é desconhecida, estando os serviços informáticos da rede a “trabalhar arduamente” para conseguir desvendá-la.“Não é evidente porque trata-se de um ciberataque de grande envergadura, que visa o conjunto da rede Belnet. Com um ataque DDoS, uma entidade terceira envia uma quantidade gigantesca de dados aos servidores, até que estes fiquem saturados”, referiu Davina Luyten.

A porta-voz adiantou ainda que ataques DDoS à Belnet costumam “acontecer com regularidade”, mas o que ocorreu hoje é de uma “escala tão grande que ultrapassa completamente” a capacidade da Belnet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here