Serviço fixo por Satélite da SISTEC com mais de três mil assinaturas em Angola

1626

O serviço fixo por Satélite (VSAT) da SISTEC já conta actualmente com mais de três mil assinaturas em todo o território nacional, segundo o presidente do conselho de administração, Carlos de Melo.

O gestor que falava em exclusivo para a revista Mercado, informou que essa tecnologia VSAT da empresa permite fornecer acesso à internet de banda larga a locais sem possibilidade de serem conectados via ADSL (cabo) em Angola.

O VSAT tem como plano de fundo a anexação em IP (Protocolo de Internet) e com ampla gama de aplicações. O IP é o identificador que permite o envio de informações entre dispositivos numa rede, contém dados de localização e torna os aparelhos acessíveis para comunicação.

É uma única estação que pode agrupar vários serviços, como ATM (caixas electrónicas de realização de operações bancárias); terminais isolados, conectados a mainframes; serviços de telefone e rede para computador pessoal (PC)”, informou Carlos de Melo.

MAIS: Marca nacional pretende dominar o sector dos smartphones em Angola

De informar que as telecomunicações fazem parte do portfólio da SISTEC desde princípios dos anos 90 do século XX, onde o PCA frisa que naquele período a respectiva empresa forneceu e instalou um sistema de broadcasting de FM ao nível nacional (sistema móveis para rádio com 168 repetidores), bem como criou a Netangola, um dos primeiros provedores de internet de Angola.

Carlos de Melo sublinhou ainda que a SISTEC tem vindo a apostar em parcerias com marcas de renome mundial no sector tecnológico, destacando a parceria estratégica no continente africano pelas empresas IBM, Konica-Minolta e Yahclic.

Para isso, alinhámos os nossos procedimentos às melhores práticas internacionais e temos hoje a área corporate com certificação ISSO 9001:2015, o que nos distingue da concorrência”, reiterando que em 2021 a empresa reforçou a actuação no segmento de energias renováveis com a submarca SISTEC ENERGIAS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui