TikTok. 20% dos resultados de pesquisa é desinformação

1033

Nos últimos tempos o TikTok tornou-se na rede social do momento e tem mantido esse lugar há algum tempo, onde atrai miúdos e tem forte influência em indústrias, como a da música.

Agora, um relatório concluiu que 20% dos resultados de pesquisa da aplicação correspondem a desinformação.

Quando confrontado com a conclusão, um porta-voz do TikTok garantiu que a aplicação não permite a circulação de informações falsas.

A popularidade do TikTok não é novidade e não parece estar a perder força. Aliás, de acordo com o Mashable, os jovens estão a olhar para a aplicação e a ver um novo motor de pesquisa, um “substituto” para aqueles que já existem e para aqueles que, como o TikTok, os foram substituindo.

Como plataforma de entretenimento, o TikTok pode servir como motor de pesquisa para determinados assuntos. Contudo, quando as temáticas adquirem mais importância, como questões políticas ou médicas, por exemplo, o problema pode ganhar outra dimensão.

MAIS: TikTok. Descoberta vulnerabilidade que podia afetar milhões de pessoas

Segundo um relatório da NewsGuard, as redes sociais albergam um elevado “volume de desinformação sobre temas sérios”. O mesmo documento dá conta de que 20% dos resultados de pesquisa no TikTok incluem desinformação. A par disso, o formato e conceito da plataforma permitem a disseminação dos conteúdos falsos.

A investigação que deu origem ao relatório da NewsGuard envolveu a verificação de 540 vídeos diferentes do TikTok. De todos os conteúdos analisados, verificou-se que 105 deles continham “afirmações falsas ou enganosas”. Estas estavam relacionadas com temas como a guerra na Ucrânia e as vacinas contra a COVID-19.

Os investigadores observaram que “os utilizadores do TikTok são constantemente confrontados com alegações falsas e enganosas”.

Depois de decidir fazer a sua própria investigação relativamente à desinformação no TikTok, o Mashable recebeu uma declaração de um porta-voz da plataforma, que alegava que as Community Guidelines deixam claro que a empresa não permite informações erróneas prejudiciais, podendo estas resultar na eliminação do conteúdo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui