Todos os detalhes sobre o Apple Watch

1916

Parece que foi desta que o iWatch conseguiu sair. Após anos de especulações sobre o mesmo, eis que a Apple conseguiu trazer a publico o seu relógio inteligente, que a esta altura todo mundo já deve saber que é o Apple Watch e não o iWatch, conforme era era especulado. Mas vamos directamente ao que interessa e aos poucos ir entrando nos detalhes mais técnicos dessa nova linha de produtos da empresa da maçã.

Antes de qualquer coisa é bom você saber já que o Apple Watch necessita de um iPhone, apesar de parecer independente, e é compatível apenas com o iPhone 6, iPhone 6 Plus, iPhone 5, iPhone 5C e iPhone 5S. Nada foi falado sobre a compatibilidade com iPads e outros familiares seus.

Apple Watch

A Apple apresentou 3 modelos o Apple Watch, aquele que é o produto mais pessoal que a empresa já criou:

  • Apple Watch
  • Apple Watch Sport
  • Apple Watch Edition

Ao contrário do que especulava o relógio é quadrado e tem bordas arredondadas. Cada um dos modelos vem em dois tamanhos, 38mm e 42mm e também virão em vários acabamentos como alumínio, aço inoxidável e ouro de 18 quilates (amarelo e rosa).

As braceletes tem um encaixe próprio que permite trocar de bracelete quase que instantaneamente havendo opções em aço inoxidável, plástico e couro. E opções de customização não faltaram de certeza para o Watch mas é necessário ter em atenção que há vários modelos do Watch e não se sabe se as braceletes serão compatíveis para todos os modelos.

Apple Watch

A tela é feita de cristal de safira, já a muito cogitado nos rumores, resistente aos riscos e “quase inquebrável”. Ainda assim a tela é extremamente sensível ao toque distinguindo um toque mais forte, para abrir o menu e um mais leve para clicar em qualquer app ou selecionar algo. Existe também no corpo do relógio um botão lateral que executa inúmeras funções no Watch, como dar zoom, rolar por uma lista de mensagens, botão home e muito mais.

Os aplicativos (apps) são apresentados como ícones circulares, ao contrario do iPhone e iPad, da quase para pensar que foi pensado para um relógio redondo e não quadrado. A navegação é feita através do toque ou pelo botão lateral de zoom.

Apple Watch

Em estado de repouso o relógio entra em standby e quando o utilizador vira o relógio para si ele liga automaticamente. Quando há alguma notificação o relógio vibra levemente no pulso o que ajuda a não estarmos sempre a olhar para o relógio para saber se há alguma nova notificação. E a Apple não se esqueceu do Siri, e o mesmo vem já com o Watch funcionando da mesma forma que funciona no iPhone.

Mas aquilo que a Apple esta a apostar para ser o diferencial deste Watch é este ser o controlo da sua saúde. Para isso existem quatro sensores LED com luzes infravermelhas que servem, segundo esta primeira apresentação, para monitorar os seus batimentos cardíacos, mas acreditamos que seja mais do que isso.

Para receber os dados desses sensores existirão a principio dois aplicativos, o Activity mais dedicado para o dia a dia que irá detectar todos os seus movimentos e dar-lhe um relatório diário da sua rotina, e o Workout, especialmente dedicado para analisar os exercícios físicos. Os dois apps são sincronizados com o seu iPhone onde você poderá analisar os relatórios numa tela maior.

Quanto ao seu interior, Tim Cook nada revelou. Nada se sabe sobre a bateria e qual a sua duração, apenas que será carrega por indução magnética com um conector MagSafe, que se prende magneticamente à traseira do relógio, tal como existe nos Macbooks.

Apple Watch

Agora vêm as más noticias. O Apple Watch só será lançado no inicio de 2015 e custara mais caro que os seus rivais. Os preços começarão em 349 dólares, para as versões mais básicas, ou seja, 34.900 Kwanzas. Essas informações serão validas para os EUA, pois ainda teremos que ficar a espera dos valores e datas para outros países.

Mais informações concretas, só mesmo em 2015.

Fonte: Apple