TPA conta com novo estúdio de emissão para programas em HD

0
976

A Televisão Pública de Angola (TPA) conta agora com um novo Complexo de Produção de Conteúdos, denominado “Ernesto Bartolomeu”, no qual foram instalados vários equipamentos modernos e estúdios de padrão internacional com o objectivo da emissão de programas em HD (Alta Definição).

Inaugurado ontem(30) pelo Presidente da República, João Lourenço, foi dado a conhecer que as soluções tecnológicas do Complexo de Produção de Conteúdos “Ernesto Bartolomeu” vieram do Reino de Espanha, e entre as novidades dos equipamentos instalados o destaque vai para o novo estúdio para transmissão do Telejornal, equipado com vídeo hall, bem como estúdio virtual para projectar imagens em 3D, e multiplicar cenários sem sair do lugar.

O novo centro conta ainda com câmaras de filmar de última geração e duas viaturas exteriores com os padrões de qualidade aceites internacionalmente para transmissão de grandes eventos, como competições desportivas. Por força das restrições no mercado tecnológico internacional, a primeira viatura será entregue apenas em Julho e a segunda no final deste ano.

MAIS: Migração da Televisão Pública de Angola do sistema analógico para o digital já está em curso

Destacar também que as infra-estruturas dos diferentes estúdios sofreram uma completa reestruturação, onde foram criados camarins e salas para maquilhagem, recepção de convidados e acomodação de técnicos de edição e pós-produção, bem como foi instalados gabinetes equipados com novos mobiliários e uma redacção com capacidade para 64 jornalistas.

A montagem do primeiro canal de notícias do país, com um estúdio de grande dimensão virado para a redacção também é destaque no leque de serviços criados no quadro da modernização da TPA .
O investimento do complexo avaliado em mais de 35 milhões de euros, vai permitir optimizar os recursos e garantir uma produção de qualidade, segundo o presidente do conselho de administração da TPA, Francisco Mendes.
O responsável afirmou também que o país ganha uma nova televisão à altura de outras de países africanos, frisando que agora a TPA deixa de ser uma televisão “atrasada”, passando a ser moderna.
De referir ainda que o “Complexo de Produção de Conteúdos Ernesto Bartolomeu” comporta uma nova área para pós-produção, arte e grafismo, um novo “data center”, bem como uma unidade móvel com capacidade para cobrir grandes eventos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui