UNESCO vai ajudar Angola na recolha de indicadores sobre Ciência e Tecnologia

648

Angola vai contar com a ajuda da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) na capacitação de técnicos que trabalham na recolha, análise e divulgação dos indicadores de ciência, tecnologia e inovação.

Segundo a secretária de Estado para a Ciência, Tecnologia e Inovação, Alice Almeida, falando na abertura da campanha de recolha de Indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICTI) e do Seminário Metodológico de Recolha de Indicadores, referiu que a existência de quadros capacitados no sector tecnológico é uma condição importante para a produção correta dos indicadores.

A secretária de Estado frisa que a campanha de recolha de dados para a produção de indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação é de âmbito nacional e é referente ao período de 2015 a 2018.

MAIS: Governo vai dotar o sector de Ciência Tecnologia e Inovação (CTI) de maior dinamismo

Para Alice Almeida, os resultados obtidos permitirão aferir o desempenho e a qualidade da atividade de CTI no país, bem como dos atores do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Alice Almeida explicou ainda que a recolha de indicadores de CTI visa a materialização dos objetivos da política nacional no quadro do Plano de Desenvolvimento Sectorial 2023 – 2027, do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui