Universidade do Michigan encerra rede interna após ataque informático

1220

A Universidade do Michigan foi forçada a encerrar a sua rede local e vários sistemas informáticos, depois de um ataque realizado contra a entidade de educação. O ataque terá causado com que fosse necessário encerrar as redes e sistemas internos para evitar a propagação.

A Universidade do Michigan é uma das instituições de educação mais antigas dos EUA, tendo mais de 30.000 docentes e 51.000 alunos atualmente. De acordo com o comunicado inicial da instituição, o ataque terá forçado ao encerramento das redes internas e ao acesso a várias ferramentas usadas pelos alunos, como o Google, Canva, email, entre outros.

Apesar de a equipa técnica da instituição ter conseguido bloquear o ataque, a mesma considerou necessário desligar a rede interna por precaução enquanto se realiza a vistoria do incidente. Isto tem impacto tanto no uso de serviços internos, como também para aceder a plataformas externas na Internet – a rede local encontra-se fortemente monitorizada.

Zoom, Adobe Cloud, Dropbox, Slack, Google, Canvas e Adobe Cloud foram alguns dos serviços que estiveram bloqueados, embora tenham sido, entretanto restaurados alguns acessos.

O ataque encontra-se também a afetar os registos de novos estudantes, bem como a receção de novos que, tendo em conta que serão novos na instituição, ainda necessitam de algumas informações que se encontram apenas disponíveis na rede interna da Universidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui