Xenoma apresenta camisa inteligente capaz de controlar personagens de um jogo

1209

A Xenoma uma startup japonesa desenvolveu uma camisa inteligente capaz de controlar os personagens do videogame, possui 14 sensores e permite que o movimento corpo actuam como entradas de software para jogos e outros aplicativos.

A camisa chamada de e-Skin, foi apresentada na edição passada da CES, mas voltou a reaparecer nesta edição com o acréscimo de mais tecnologias- com um módulo de Bluetooth instalado no peito, uma inovação que transmite os dados de movimentação da pessoa vestida para um computador ou smartphone através do aplicativo da Xenoma.

A empresa pretende agora permitir que os desenvolvedores emparelhem os seus produtos com a camisa inteligente. Isso ajudaria dispositivos como Samsung Gear VR, Google Daydream e a outras unidades com dispositivos inteligentes integrarem-se nesta inovação, sem a necessidade de câmaras externas ou módulos de rastreamento de movimento mais caros.

O software da Xenoma suporta desenvolvimento de aplicativos em Java SDK, Visual C# e Unreal Engine para MacOS e iOS, bem como a Universal Windows Platform (UWP) para interface com o Microsoft HoloLens. A Xenoma também incorporou a funcionalidade de aprendizagem de máquinas através da sua ferramenta de visualização de dados e movimentos, usando o recurso TensorFlow do Google, uma biblioteca de aprendizado profundo de código aberto.

A nova camisa inteligente da Xenoma será comercializada ao preço de 500 doláres.