Xiaomi e Nokia em parceria, será que vêm novos projectos?

1281

2017 é o ano em que a Nokia decidiu voltar a dar as caras para o mercado dos telemóveis, depois da venda da divisão mobile à Microsoft.

Nokia

No entanto, não são os dispositivos móveis os responsáveis pelos lucros da empresa Finlandesa. Cerca de 90% da receita da Nokia vem dos acordos de licenciamento

Por isso fez sentido quando a Nokia anunciou uma parceria com a Xiaomi fecharam um acordo de partilha de patentes. Essa parceria envolve principalmente as patentes de desenvolvimento de infraestrutura de redes móveis.

A Xiaomi pode usar ideias da Nokia em seus produtos e serviços, economizando no pagamento de taxas à empresa Finlandesa.

Quanto a Xiaomi pagará pelo uso das patentes?

Os valores do contrato ainda não foram revelados pelas duas companhias.

Um facto interessante é que esta é a primeira vez que a Nokia faz acordo de licenciamento com uma empresa Chinesa, no entanto tem acordo com outros gigantes como a Samsung e Apple.

O acordo com a Xiaomi poderá atingir ainda áreas como internet das coisas, inteligência artificial e realidade aumentada.

Como uma empresa que procura oferecer inovações tecnológicas mais emocionantes para o mundo, estamos entusiasmados com a oportunidade de trabalhar mais com a Nokia no futuro “, disse Lei Jun, presidente e CEO da Xiaomi.

Pelos vistos, este é o passo que a Xiaomi precisava para começar a “invadir” o mercado Norte Americano e, quem sabe, atacar definitivamente o mercado Africano, pois os próximos produtos poderão utilizar a tecnologia da Nokia, sem que tenha que enfrentar um pesado processo judicial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here